Últimas notícias

Ministério do Interior: 24.545 turcos renunciaram sua cidadania em 2016

Ministério do Interior: 24.545 turcos renunciaram sua cidadania em 2016
março 22
15:37 2018

O Diretório Geral de Assuntos de População e Cidadania do Ministério do Interior turco anunciou que um total de 24.545 turcos renunciaram sua cidadania turca em 2016, enquanto que 14.194 cidadãos estrangeiros adquiriram cidadania turca no mesmo período.

o diretório publicou os dados em resposta a uma questão do deputado Aylin Nazliaka do Partido Popular Republicano (CHP), que queria saber o número de cidadãos turcos que haviam renunciado sua cidadania e estrangeiros que haviam adquirido-a.

O diretório compartilhou apenas os dados do ano de 2016, dizendo que os dados de 2017, sobre o número de pessoas que abriram mão ou adquiriram cidadania turca, não estão prontos ainda.

Em 2016, os sírios foram o maior grupo que conseguiu a cidadania turca, com 3.429 pessoas, enquanto que os chineses foram o menor grupo com 62 pessoas.

Entre os que renunciaram a cidadania turca e adquiriram a cidadania de outro país, o maior número de pessoas, 20.692, receberam cidadania alemã, enquanto que o menor número, 33, obteve nacionalidade sueca.

Comentando sobre as estimativas, Nazliaka disse que o número de pessoas que renunciou a cidadania turca mostra quão para trás a Turquia está em relação a sua democracia e direitos humanos, quanto seu sistema judiciário deteriorou e quanto o nível de bem-estar econômico caiu no país.

“O público sabe que houve uma fuga significativa de cérebros de pessoas jovens de nosso país nos últimos anos. O país tem estado sob regime de emergência por 19 meses… A pressão pesada sobre a sociedade aumenta com cada dia que passa. As pessoas estão até incapazes de expressarem suas opiniões nas mídias sociais. Para renovar as esperanças das pessoas, a restauração da democracia e o estado de direito, respeito pelos direitos humanos, e desenvolvimentos econômico são um pré-requisito”, disse Nazliaka.

O regime de emergência foi declarado logo após a tentativa fracassada de golpe em 15 de julho de 2016. o governo turco está sendo criticado amplamente por usar a luta anti-golpe como um pretexto para silenciar a liberdade de expressão e prender seus críticos.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer