Últimas notícias

Descobertos brinquedos com 2 mil anos em sepulturas de crianças na Turquia

Descobertos brinquedos com 2 mil anos em sepulturas de crianças na Turquia
outubro 05
15:56 2017

Arqueólogos turcos encontraram, numa cidade portuária, brinquedos com 2 mil anos que estavam enterrados em sepulturas de crianças do período helenístico. Uma descoberta surpreendente que confirma que a mentalidade humana se manteve, mais ou menos, idêntica ao longo dos Séculos.

Estas sepulturas de crianças, com brinquedos de 2 mil anos, foram encontradas na antiga cidade portuária de Parion (ou Parium, como também era conhecida), na província de Çanakkale, na Turquia. Datam do período helenístico que se desenrolou entre 323 antes de Cristo, altura da morte do imperador Alexandre Magno, o Grande, e 30 antes de Cristo, quando os romanos conquistaram o Egipto.

Segundo o  Daily Sabah, o professor Hasan Kasaoglu, da Universidade turca Atatürk, que liderou as escavações, revela que os brinquedos terão sido oferendas funerárias, como “presentes para os mortos”, para acompanharem as crianças na sua viagem para a “outra vida”.

Os arqueólogos encontraram brinquedos com figuras femininas em túmulos ocupados por raparigas e brinquedos com figuras masculinas em sepulturas pertencentes a rapazes. Sinais de que muita coisa não mudou, em termos da mentalidade humana, nos últimos Séculos.

“Tal como hoje em dia as crianças brincam com bonecas da Barbie ou da Cinderela, os brinquedos do passado eram semelhantes. Tudo é igual ao que era há 2000 anos. Mesmo que haja diferenças na forma dos objectos, a mentalidade humana é a mesma“, destaca Hasan Kasaoglu citado pelo site turco Hurriyetdailynews.com.

Os brinquedos que incluíam também figuras mitológicas e de animais, eram feitos de pedra ou de ossos e ajudam-nos a perceber “a estrutura sócio-cultural, as brincadeiras que as crianças faziam e os brinquedos da época”, sustenta Kasaoglu.

“As crianças e os adultos eram enterrados na mesma necrópole na era romana. Havia pequenos caixões de madeira para as crianças nessa época. Eram deitadas dentro destes caixões e, em torno dos seus corpos, eram colocados brinquedos ou ferramentas do dia-a-dia usadas pela família“, destaca ainda o professor.

Antes da descoberta destas brinquedos de 2 mil anos, os arqueólogos já tinham encontrado um recipiente que seria o equivalente da altura aos nossos biberões de bebé actuais.

Parion, que foi fundada em 709 Antes de Cristo, é considerada a mais importante cidade portuária do período helenístico, dada a relevância comercial que teve, nomeadamente por ter dois portos, servindo como uma espécie de “alfândega” para os bens oriundos do mar Egeu com destino a Istambul, a capital da Turquia.

Originalmente publicado em: https://zap.aeiou.pt/

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer