Últimas notícias

30 estudantes detidas como parte da repressão do governo turco impedidas de ver seus advogados

30 estudantes detidas como parte da repressão do governo turco impedidas de ver seus advogados
setembro 10
12:16 2020

Trinta estudantes universitários detidas pela polícia turca por suposta filiação com o movimento Hizmet entraram no quarto dia de detenção na quinta-feira sem serem autorizadas a contatar suas famílias ou um advogado, informou o site de notícias turco Bold Medya.

De acordo com um relatório de Sevinç Özarslan, as estudantes foram levadas para a cidade de Uşak, no oeste do país, depois que a polícia as deteve em batidas simultâneas em cidades próximas e estão sob custódia lá.

Os pais das alunas teriam acampado do lado de fora da delegacia e estão esperando para falar com suas filhas. Advogados também estão presentes, mas não foram autorizados a se encontrar com as detidas.

“Fui informado que [a polícia] não permite que as alunas entrem em contato com um advogado há três dias. Eles usurparam todos os tipos de liberdade e agora estão usurpando o direito à defesa”, disse no Twitter Ömer Faruk Gergerlioğlu, parlamentar do Partido Democrático do Povo (HDP) pró-curdo e defensor dos direitos.

Ancara designou o movimento Hizmet, um grupo inspirado na fé, no diálogo e na educação, como uma organização terrorista.

As autoridades turcas realizaram uma repressão maciça ao movimento após um golpe fracassado de 2016 que teve como alvo o presidente Recep Tayyip Erdoğan, que acusa o movimento Hizmet de orquestrar a tentativa de golpe. O movimento nega a acusação.

Fonte: 30 students detained over alleged Gulen links denied right to consult a lawyer 

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer