Últimas notícias

Tribunal turco proíbe o Periscope por violação de direitos autorais

Tribunal turco proíbe o Periscope por violação de direitos autorais
junho 15
15:20 2018

Um tribunal turco, na terça-feira, proibiu todos os serviços do Periscope, uma plataforma de transmissão de vídeos ao vivo que pertence ao Twitter e usada popularmente pela oposição na Turquia, por violar os direitos autorais de uma empresa turca chamada Periskop.

O Tribunal Civil para os Direitos de Propriedade Intelectual e Industrial tomou sua decisão sobre o aplicativo pertencente ao Twitter após um julgamento de três anos.

Na audiência final na terça-feira, o advogado representando a Periskop Iletisim ve Produksiyon disse que a violação de direitos autorais feita pelo Periscope era óbvia, alegando que eles vinham violando sistematicamente os direitos de marca de seu cliente.

O termo “periscope” teve seus direitos registrados pela empresa local no Instituto de Patentes Turco.

Advogados do Twitter, Apple e Google requisitaram a rejeição do caso na audiência, dizendo que era impossível para uma empresa como o Twitter, que opera dos EUA, estar ciente da existência do mesmo nome de marca comercial na Turquia.

Os advogados também disseram que o Periscope e o Periskop turco operam em áreas totalmente diferentes.

O tribunal decidiu proibir acesso da Turquia ao domínio periscope.tv e à conta no Twitter “@periscopeco”.

Os serviços do aplicativo pertencente ao Twitter estão atualmente disponíveis sob o nome Scope TR e a conta no Twitter @scopetr na Turquia.

A Turquia bloqueou temporariamente sites das mídias sociais, incluindo o Facebook e o Twitter no passado, normalmente após protestos ou ataques terroristas.

A Turquia também bloqueou todo acesso dentro do país à enciclopédia online Wikipedia desde abril de 2017.

Fonte: https://www.turkishminute.com/2018/06/12/turkish-court-bans-periscope-over-copyright-violation/

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer