Últimas notícias

Professor turco diz que jogadores de Pokémon Go atuam como espiões traindo seu país

Professor turco diz que jogadores de Pokémon Go atuam como espiões traindo seu país
outubro 08
09:41 2016

Um professor de história da Universidade Sakarya na Turquia disse em uma conferência na quinta-feira que as pessoas que se divertem com o Pokémon Go não estão na verdade caçando criaturas virtuais no mundo real mas, pelo contrário, estão “traindo seu país” ao atuarem como espiões.

Ao discursar durante uma conferência na província de Malatya, o Professor Ebubekir Sofuoglu disse: “O que a poícia faria se um espião viesse aqui e tentasse tirar fotos das ruas, cruzamentos, instituições públicas e prédios militares de Malatya? Ela aprenderia e deportaria ele. Você enm precisa ir a esse extremo porque estamos todos tirando fotos de todos esses lugares e fazendo o upload delas para o sistema do Pokémon Go. Alguns países já proibiram esse tipo de coisa”.

Exortando as autoridades a proibir o Pokémon Go e jogos similares, Sofuoglu também disse que os jovens devem se libertar de suas correntes e descreveu os celulares como “algemas eletrônicas”.

Em julho, Mehmet Bayraktutar, o presidente do sindicato de imãs da Turquia, Diyanet-Sen, propôs a proibição do jogo, dizendo que ele estava prejudicando a reverência por lugares sagrados islâmicos, pois os jogadores estavam tentando pegar Pokémons em vários espaços públicos, incluindo mesquitas.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Mailer