Últimas notícias

Turquia acusa 5 países de formar “aliança do mal”

Turquia acusa 5 países de formar “aliança do mal”
maio 19
18:58 2020

A Turquia acusou na terça-feira a Grécia, Chipre, Egito, França e Emirados Árabes Unidos de tentarem formar uma “aliança do mal”, depois que esses países emitiram uma declaração conjunta, denunciando as políticas de Ancara no leste do Mediterrâneo e na Líbia, informou a Associated Press.

Em uma declaração com palavras fortes, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Turquia, Hami Aksoy, disse que os cinco países estavam buscando o “caos e instabilidade regional” no leste do Mediterrâneo e sacrificando a esperança dos líbios por democracia pela agressão imprudente dos ditadores “.

Os ministros das Relações Exteriores dos cinco países realizaram uma teleconferência na segunda-feira para discutir a situação no leste do Mediterrâneo, onde a Turquia está pesquisando possíveis reservas de hidrocarbonetos em uma área longe da costa, onde o Chipre tem direitos econômicos exclusivos, bem como a situação na Líbia.

No ano passado, a Turquia assinou um contestado acordo de delimitação de fronteiras marítimas, bem como um acordo de cooperação militar com o governo internacionalmente reconhecido em Trípoli.

A Turquia diz que o acordo concede seus direitos econômicos a uma grande faixa do leste do Mediterrâneo e impede que projetos relacionados à energia avancem sem o consentimento de Ancara. Grécia e Chipre protestaram contra o acordo, dizendo que ele viola o direito internacional e infringe seus próprios direitos na área.

As cinco nações denunciaram o que disseram ser a sexta tentativa da Turquia em menos de um ano de “conduzir ilegalmente operações de perfuração nas zonas marítimas do Chipre”.

A Turquia não reconhece Chipre, dividido etnicamente, como um estado e reivindica grande parte de sua zona econômica exclusiva como sua. Ela despachou barcos escoltados por navios de guerra até o Chipre para perfurarem em busca de gás, insistindo que está agindo para proteger seus interesses e os dos cipriotas turcos nos recursos naturais da área.

Chipre foi dividido em 1974, quando a Turquia invadiu após um golpe de partidários da união com a Grécia. Um estado cipriota turco separatista é reconhecido apenas pela Turquia.

Os cinco também protestaram contra os acordos assinados com o governo da Líbia, como uma violação do direito internacional e do embargo de armas da ONU sobre a Líbia.

Os ministros condenaram veementemente a interferência militar da Turquia na Líbia e instaram a Turquia a respeitar plenamente o embargo de armas da ONU e a interromper o influxo de combatentes estrangeiros da Síria para a Líbia. Esses desenvolvimentos constituem uma ameaça à estabilidade dos vizinhos da Líbia na África e na Europa ”, declararam as cinco nações.

Em sua resposta, o Ministério das Relações Exteriores turco acusou a Grécia e Chipre de evitar o diálogo com a Turquia e criticou o Egito por não proteger os direitos e interesses de seu próprio povo. Também acusou os Emirados Árabes Unidos de se unirem aos outros por hostilidade contra a Turquia e culpou a França por supostamente tentar agir como um “patrono” da aliança.

“Convocamos esses países a agirem de acordo com o bom senso, leis e práticas internacionais”, disse Aksoy, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Turquia. “A paz e a estabilidade na região podem ser estabelecidas com um diálogo sincero e genuíno, não através de alianças do mal.”

Fonte: Turkey accuses 5 nations of forming ‘alliance of evil’: report

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer