Últimas notícias

Erdogan vê oportunidade de influência internacional com a pandemia

Erdogan vê oportunidade de influência internacional com a pandemia
abril 15
17:06 2020

A Turquia de Erdogan está querendo se passar por uma grande força de influência humanitária em meio à pandemia de coronavírus, enviando equipamentos médicos para Itália e Espanha, kits de detecção para palestinos e até medicamentos para a Armênia, informou a AFP.

A Turquia está sendo atingida duramente pelo surto do vírus, que matou quase 1.300 pessoas, mas ainda encontra recursos para ajudar outros países necessitados.

Nas últimas semanas, a Turquia forneceu máscaras, trajes de proteção e álcool em gel para Itália, Espanha e Reino Unido, todos entre os mais atingidos na Europa.

Diferentemente das intervenções usuais de Ancara, a Turquia agora também está apoiando os países desenvolvidos – que estão mais acostumados a ajudar do que a serem ajudados.

É também uma oportunidade de inverter a situação para o presidente Recep Tayyip Erdoğan, que professa nostalgia pelo Império Otomano, império descrito infamemente como “o homem doente da Europa” pelas potências ocidentais antes de seu colapso no final da Primeira Guerra Mundial.

Para cultivar essa idéia, cada entrega para a Europa é cuidadosamente organizada, desde a transmissão da decolagem do avião ao vivo na televisão até os agradecimentos calorosos dos beneficiários espalhados pelos jornais.

O porta-voz de Erdoğan, İbrahim Kalın, foi rápido em apontar que “a Turquia é o primeiro país da Otan a enviar ajuda para Espanha e Itália”, que também são membros da aliança militar liderada pelos EUA.

Os laços com o Ocidente e a Europa, em particular, estão tensos há vários anos.

A última briga com a União Européia ocorreu no início deste ano, quando Erdoğan disse que os migrantes que fogem do conflito na Síria e no Oriente Médio não seriam impedidos de deixar a Turquia para a Europa, causando um grande número de pessoas se reunindo na fronteira turco-grega.

Erdoğan insiste repetidamente que a Europa não fez o suficiente para apoiar a Turquia, candidata à adesão à UE, que hospeda cerca de 3,6 milhões de refugiados sírios.

As relações deterioraram-se bastante na medida que a crise dos migrantes cresceu em 2015 e piorou ainda em 2016, quando a UE criticou a repressão de Erdoğan após um golpe fracassado.

Erdoğan, por sua vez, criticou Bruxelas por não demonstrar solidariedade com um líder eleito democraticamente.

“A candidatura da Turquia à União Europeia é boa para a Turquia, mas também é boa para a Europa. De fato, essa pandemia provou que estamos certos ”, disse Kalın.

Segundo Kalın, quase 100 países pediram ajuda à Turquia, enquanto Erdogan disse na segunda-feira que os suprimentos chegaram a 34 países.

Fonte: Turkey sees int’l influence opportunity in global coronavirus outbreak: report

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer