Últimas notícias

Secretário da Defesa dos EUA se opõe aos esforços para suspender a transferência dos F-35 para a Turquia

Secretário da Defesa dos EUA se opõe aos esforços para suspender a transferência dos F-35 para a Turquia
junho 28
11:55 2018

O Secretário da Defesa dos EUA, Jim Mattis, opõe-se às tentativas do Congresso de bloquear o recebimento da Turquia de Caças Joint Strike F-35, informou a CNN na quinta-feira, dizendo que ele estivera se envolvendo ativamente com membros do Congresso por de trás das cortinas em uma tentativa de assegurar os esforços para suspender a entrega dos jatos fossem removidos da versão final do National Defense Authorization Act (NDAA) e também do projeto de lei de dotação para o Departamento de Estado e operações estrangeiras.

Um grupo bipartidário de legisladores no Subcomitê de Dotações do Senado para Programas Estaduais, de Operações Estrangeiras e Relacionados acrescentou uma emenda ao projeto de lei do Departamento de Estado e operações estrangeiras que proibiria o uso dos fundos do Departamento de Estado, operações estrangeiras e programas relacionados de serem usados “para transferirem ou facilitarem a transferência de aeronaves F-35 para a Turquia,” a menos que o secretário de estado certifique que a Turquia não comprará um sistema de mísseis de defesa aérea S-400 feito pelos russos.

“A preocupação é que o F-35 é a aeronave mais avançada que existe, a aeronave mais avançada da OTAN, e se a Turquia prosseguir com a aquisição do S-400, isso vai permitir aos russos coletar informações sobre como melhor atacar um caça F-35,” disse o Senador Chris Van Hollen, um democrata de Maryland e um dos co-promotores da emenda, à CNN.

“É uma loucura total entregar aos russos as chaves para as capacidades de missão do F-35 e permitir que tentem detectar e então explorar quaisquer vulnerabilidades,” acrescentou ele.

No começo da semana, o Senado passou um projeto de lei que poderia ser usado para bloquear ou desacelerar a transferência de jatos caça F-35 à Turquia, que é aliada da OTAN, até que o Pentágono desenvolva um plano para remover Ancara do programa JSF.

A Turquia já há muito tempo tem sido um participante no desenvolvimento do programa F-35 e estava buscando comprar cerca de 100 dos jatos stealth. Contudo, vários legisladores citaram várias preocupações com a Turquia, incluindo seus planos para comprar o avançado sistema de defesa aérea russo, aquecendo os laços com Moscou e a prisão de cidadãos americanos e funcionários do consulado, incluindo o pastor americano Andrew Brunson, que está passando por julgamento na Turquia por acusações de terrorismo logo após à tentativa de golpe de 2016, que Ancara acredita ter sido orquestrada pelo clérigo muçulmano turco Fethullah Gulen, que reside nos EUA.

Seus esforços atraíram críticas da Turquia e resistência do Pentágono, mas um autoridade da defesa contou à CNN que a preocupação é que o S-400 feito pelos russos, particularmente se for ligado no sistema de defesa aérea integrado da Turquia, poderia coletar dados técnicos sobre as capacidades do F-35 e que informações críticas poderiam ser passadas a Moscou tanto intencionalmente quanto não intencionalmente através de uma porta dos fundos no sistema desenhado pelos russos.

A transferência da primeira aeronave para a Turquia ocorreu na quinta-feira durante uma cerimônia em Fort Worth, Texas. Os aviões foram então pilotados para a Base Luke da Força Aérea no Arizona, onde o treinamento para pilotos da variante F-35 ocorre, por possivelmente até dois anos.

Esforços do Congresso para bloquear a venda para a Turquia por causa de sua compra do S-400 atraíram críticas das autoridades turcas.

“Estivemos naquele programa, incluindo algumas produções conjuntas, produção das peças dos F-35 na Turquia,” disse o ministro das relações estrangeiras turco Mevlut Cavusoglu à PBS no começo deste mês.

“A Turquia tem pago as parcelas em dia, no dia certo. E a Turquia cumpriu com todos os requerimentos, portanto vocês não podem cancelar por causa dos S-400 que estamos comprando. É uma questão totalmente diferente,” acrescentou ele, dizendo que a Turquia não deveria ser forçada a escolher entre os EUA e a Rússia.

Fonte: https://www.turkishminute.com/2018/06/22/us-defense-secretary-opposes-efforts-to-block-f-35-delivery-to-turkey/

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer