Últimas notícias

Procuradores americanos buscam pelo menos 15,5 anos para Atilla

Procuradores americanos buscam pelo menos 15,5 anos para Atilla
abril 05
12:54 2018

Procuradores americanos pediram a um juíz federal de Nova Iorque que sentenciasse o banqueiro turco Mehmet Hakan Atilla a pelo menos 15 anos e meio na prisão por conspirar a violar sanções americanas sobre o Irã e sugeriram um período comparável a sentenças de cerca de 20 anos impostas em casos similares, tuitou Benjamin Weiser do The New York Times do tribunal na quarta-feira.

Os promotores também pediram ao juiz que impusesse uma “multa substancial” a Atilla, de 50.000 a 500.000 dólares, quando Atilla for sentenciado em 11 de abril no tribunal federal em Manhattan.

Atilla e o comerciante de ouro turco-iraniano Reza Zarrab e sete outras pessoas, incluindo o ex-ministro da economia da Turquia e mais dois executivos do Halkbank, foram acusados de se envolverem em transações no valor de centenas de milhões de dólares para o governo do Irã e entidade iranianas de 2010 a 2015 em um esquema para evadir as sanções dos EUA.

Zarrab chegou a um acordo judicial com a procuradoria e transformou-se em sua principal testemunha no julgamento de Atilla, o único réu fora Zarrab sob custódia dos EUA.

Zarrab testemunhou no começo de dezembro que havia pagado propina ao ex-ministro da economia da Turquia, Mehmet Zafer Caglayan, em um esquema de bilhões de dólares para contrabandear ouro por petróleo em violação às sanções dos EUA sobre o Irã e que o então primeiro-ministro e atual presidente, Recep Tayyip Erdogan, autorizou pessoalmente o envolvimento de bancos turcos no esquema, apesar de que ele não foi acusado no caso.

O júri no julgamento de Atilla no tribunal federal americano chegou a um veredito em janeiro de culpado em cinco acusações, incluindo fraude bancária e conspiração, e não culpado em uma acusação de lavagem de dinheiro em um caso que retratava a corrupção nos altos-níveis na Turquia e que aumentou as tensões entre os EUA e seu aliado na OTAN.

“Os promotores americanos disseram que uma sentença de prisão para Atilla mais de 15 anos e meio era necessária ‘para refletir a seriedade da ofensa, promover o respeito pela lei deter outros de se envolverem de forma similar na segurança nacional do país e na paz e estabilidade mundiais’,” tuitou Weiser.

“Atilla foi um personagem crucial em minar massivamente … os esforços” para privar os governo do Irã de financiamento para suas atividades mortais, incluindo a busca de armas nucleares, disseram os EUA, acrescentando que “as mentiras de Atilla durante seu testemunho no julgamento” e as argumentações feitas na recomendação de sentença de seus advogados “demonstram um rejeição não apologética de responsabilidade.”

Os advogados do banqueiro turco Atilla haviam pedido ao juiz, em 17 de março, que “temperassem a justiça com a misericórdia” e o sentenciassem a “significativamente abaixo” dos quatro a cinco anos recomendados pelas diretrizes americanas de sentenciamento.

Fonte: www.turkshiminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer