Últimas notícias

Ministro turco acusa Europa de hipocrisia por observações de Macron sobre Afrin

Ministro turco acusa Europa de hipocrisia por observações de Macron sobre Afrin
Fevereiro 05
10:25 2018

O Ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, acusou os países europeus de serem hipócritas quando falam sobre a operação militar que a Turquia lançou no norte da Síria no mês passado, por causa das recentes observações do presidente francês Emmanuel Macron.

Em uma entrevista publicada pelo jornal francês Le Figaro na quarta-feira, Macron alertou a Turquia que sua operação contra as milícias curdas no norte da Síria não deveria se transformar em uma desculpa para invadir o país e disse que queria que Ancara coordenasse suas ações com seus aliados.

“Se acabar que essa operação tomar um rumo outro que lutar contra uma potencial ameaça terrorista à fronteira turca e se transformar em uma operação de invasão, [então] isso se transforma em um problema real para nós”, disse Macron.

Respondendo às observações de Macron em Ancara na quinta-feira, Cavusoglu disse: “Eles sabem muito qual é o objetivo desta operação. Nós lhes informamos [países europeus]. A operação em Afrin não é uma invasão. Infelizmente, os europeus têm o hábito de agirem com hipocrisia. Quando você fala face a face, eles dão mensagens de apoio. Então, falam desta maneira. Não somos como a França, que foi e invadiu países africanos. A França não pode nos dar uma lição neste assunto”.

A ofensiva aérea e terrestre que a Turquia lançou no noroeste da Síria em 20 de janeiro, tem como alvo o Partido da União Democrática (PYD), que é sírio curdo e que a Turquia vê como a extensão síria do ilegal Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). O PKK vem travando uma insurgência de três décadas no sudeste da Turquia, que é em sua maior parte curdo.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Mailer