Últimas notícias

Turquia envia novas tropas para o Catar

Turquia envia novas tropas para o Catar
dezembro 27
13:19 2017

Um grupo de soldados turcos foram deslocados para uma base militar na capital do Catar, Doa, disse o Ministério da Defesa do Catar.

De acordo com a agência de notícias estatal Anadolu, os soldados turcos chegaram na Base Aérea Al Udeid no sul de Doa na terça-feira, disse o ministério do Catar em uma declaração.

Os soldados se juntarão a outro grupo que havia sido enviado anteriormente à base militar Tariq bin Ziyad no estado do Golfo.

O deslocamento faz parte de um acordo de defesa de 2014 entre Doa e Ancara sob o qual a Turquia estabeleceu uma base no Catar a pedido de seu governo.

Em abril de 2016, os dois países concluíram um acordo militar que faria com que tropas turcas fossem deslocadas para uma base militar no estado do Golfo.

O primeiro grupo chegou no Catar em junho deste ano e conduziu seu primeiro exercício na base Tariq bin Ziyad.

“Com a chegada desse novo grupo, os países terão mais exercícios militares com o objetivo de fortalecer as capacidades de defesa de ambos os países”, informou a Anadolu.

Enquanto isso, o ministro das relações exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, disse em Cartum, a capital do Sudão, na terça-feira, que não há possibilidade de quaisquer acordos de cooperação serem assinados entre a Turquia, Irã e Catar.

Cavusoglu estava falando no Sudão durante a visita do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, à região do norte da África.

Em uma coletiva de imprensa realizada com seu colega sudanês, Ibrahim Ghandour, Cavusoglu falou sobre a política da Turquia quanto ao Oriente Médio.

Quando lhe perguntaram sobre as perspectivas para uma cooperação regional entre Ancara, Teerã e Doa, ele disse: “Não exite um eixo Turquia-Irã-Catar”.

Depois que uma crise diplomática eclodiu em junho entre o Catar e outros países do Golfo, a Turquia jurou ficar do lado do Catar e exortou a Arábia Saudita, Egito, os Emirados Árabes e Barein a encerrarem todas as sanções sobre Doa.

A Arábia Saudita, Egito, os Emirados Árabes e Barein cortaram as relações com Doa, alegando que o Catar aceita vários grupos terroristas e sectários com o objetivo de perturbarem a estabilidade na região, incluindo a Irmandade Muçulmana, o Estado Islâmico no Iraque e no Levante (ISIL) e a Al-Qaeda, e que promove constantemente as mensagens e esquemas desses grupos através de suas mídias.

Imediatamente após os países imporem sanções sobre o Catar, o Parlamento da Turquia aprovou dois acordos para deslocar tropas para o Catar e para cooperação militar. Ancara também enviou suprimentos, incluindo um navio carregado de milhares de toneladas de comida.

A Turquia rejeitou um chamado da quatro estados árabes para fechar sua base militar no Catar, dizendo que a base era uma garantia de segurança no Golfo e que exigências para seu fechamento representavam interferência em seus laços com Doa.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer