Últimas notícias

Embaixada dos EUA em Ancara: Agendamentos para visto marcados até janeiro de 2019

Embaixada dos EUA em Ancara: Agendamentos para visto marcados até janeiro de 2019
dezembro 20
11:51 2017

A Embaixada dos EUA em Ancara tuitou na terça-feira que agendamentos para se obter vistos de não-imigrante não estão disponíveis até o começo de 2019 devido a um acúmulo de solicitações logo após uma disputa diplomática em outubro que resultou em os dois países suspendendo mutualmente a emissão de vistos.

“Apesar de longas filas de espera, a Missão dos EUA na Turquia continua a processar vistos de não-imigrantes. Agendamentos estão disponíveis para janeiro de 2019, e os solicitantes podem como sempre escolherem requerer fora da Turquia”, disse a embaixada em sua conta oficial no Twitter.

A Embaixada dos EUA na Turquia tinha anunciado a retomada das operações de visto em uma “base limitada” no começo de novembro depois de receber o que disse serem “garantiras de alto nível” do governo turco a respeito da segurança de seus funcionários.

“Recebemos garantias de alto nível iniciais do Governo da Turquia de que não há mais funcionários locais de nossa Missão na Turquia sob investigação. Também recebemos garantias iniciais do Governo da Turquia que os nossos funcionários locais não serão detidos ou presos por desempenharem seus deveres oficiais e que as autoridades turcas informarão o governo dos EUA com antecedência se o Governo da Turquia tiver a intenção de deter ou prender algum dos nossos funcionários locais no futuro.

“Baseados nessas garantias preliminares, acreditamos que a postura de segurança melhorou suficientemente para permitir a retomada de serviços de visto limitados na Turquia. Continuamos a ter sérias preocupações quanto aos casos existentes contra funcionários locais presos de nossa Missão na Turquia. Estamos também preocupados com os casos contra cidadãos americanos que foram presos sob o estado de emergência. As autoridades americanas continuarão a se envolver com seus colegas turcos para buscarem uma solução satisfatória desses casos”, a anunciou a Embaixada em seu site em 6 de novembro.

Em 8 de outubro, os EUA e a Turquia suspenderam os serviços de visto para não-imigrantes em suas respectivas missões depois que Metin Topuz, um funcionário do Consulado Geral dos EUA em Istambul foi preso em 4 de outubro sob acusações de espionagem e supostas ligações com algum líderes do Movimento Gulen, que é baseado na fé, acusado pelo governo turco de arquitetar um golpe fracassado em julho de 2016.

Em março de 2017, Hamza Ulucay, um tradutor do Consulado dos EUA na província de Adana no sul da Turquia, foi preso sob acusações de filiação a uma organizações “terrorista”, e um trabalhador do Drug Enforcement Administration (DEA) [Órgão para o Controle/Combate das Drogas] foi recentemente detido em Istambul. Ambos são acusados de ligações com a tentativa de golpe do ano passado.

A Embaixada dos EUA chamou as acusações de infundadas.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer