Últimas notícias
  • Elogiar o movimento Hizmet antes da tentativa de golpe de 2016 não é crime, diz o TEDH O Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) penalizou na Turquia por violar o direito à liberdade de expressão de um ex-professor, afirmando que os comentários públicos a favor do movimento Hizmet feitos antes de uma tentativa de golpe em julho de 2016 não constituem um crime, informou a mídia local na terça-feira....
  • Perguntas de coletiva de imprensa para Erdoğan vazadas com antecedência por jornal O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan recebeu uma lista de perguntas em uma coletiva de imprensa na segunda-feira, que foram exatamente as mesmas perguntas vazadas anteriormente por um jornal, reforçando as alegações de que os jornalistas não são livres para perguntar ao presidente o que quiserem....
  • Conselho da Europa deve disciplinar a Turquia sobre ativista preso O Conselho da Europa disse na sexta-feira que vai lançar uma ação disciplinar contra a Turquia por se recusar a libertar o proeminente ativista e filantropo Osman Kavala, desencadeando um procedimento usado apenas uma vez na história da organização....
  • Por que a queda da moeda turca não preocupa Erdogan A moeda nacional da Turquia caiu 45% em relação ao dólar este ano e, no entanto, o Presidente Recep Tayyip Erdogan não parece ter se incomodado com isso....
  • CoE insta “fortemente” as autoridades turcas a liberar Demirtaş O Comitê de Ministros do Conselho da Europa adotou na quinta-feira uma resolução provisória "instando fortemente" as autoridades turcas a assegurar a libertação imediata do líder curdo preso Selahattin Demirtaş....
  • A crise monetária da Turquia Após a demissão do ministro das finanças e sua substituição por um lealista em 2 de dezembro, a lira turca continuou seu declínio constante em relação ao dólar, elevando suas perdas do ano para quase 50%. A moeda turca está novamente sob ataque especulativo, semelhante aos episódios anteriores em julho de 2018 e outubro de 2020. Os cortes antecipados do Banco Central da República da Turquia (CBRT) na taxa de câmbio desde setembro resultaram em um êxodo de capital estrangeiro e em uma corrida na demanda por divisas entre os investidores domésticos. Enquanto isso, os preços globais de commodities e energia permanecem altos (apesar da recente queda nos preços do petróleo), e as expectativas em relação à inflação se deterioraram significativamente, levando a taxa de câmbio TL a cair de 8,30 para 13,60 para o dólar em menos de três meses....
  • Turquia aumentará sua presença na INTERPOL, diz membro recém-eleito do Comitê Executivo A Turquia aumentará sua presença na INTERPOL aumentando seu número de oficiais de ligação na Secretaria Geral e nomeando mais candidatos para cargos superiores dentro da organização, disse na quinta-feira Selçuk Sevgel, membro recém-eleito do Comitê Executivo da INTERPOL, em entrevista à agência estatal de notícias Anadolu, informou o Stockholm Center for Freedom....
  • Papa pede por cura em um Chipre dividido, arcebispo ortodoxo ataca a Turquia Papa encontra os líderes cristãos ortodoxos de Chipre. Pede por cura na ilha dividida. Líder cipriota turco convida papa a visitar o norte. Muitos dos participantes da missa são filipinos que trabalham no Chipre...
  • Ministro das finanças da Turquia, Lutfi Elvan, demite-se em meio à crise monetária O Ministro das Finanças e do Tesouro da Turquia, Lutfi Elvan, renunciou em meio a uma forte queda da lira turca, de acordo com um decreto presidencial emitido no jornal oficial turco na quinta-feira....
  • Documentário sobre femicídios na Turquia é a indicação ao Oscar do Reino Unido Um documentário relatando os esforços dos ativistas que trabalham para acabar com a violência contra as mulheres na Turquia foi escolhido como a entrada oficial do Reino Unido para a categoria de Melhor Longa Metragem Internacional no Oscar....

Bharara questiona o papel de Putin nos laços do regime de Erdogan com Flynn

Bharara questiona o papel de Putin nos laços do regime de Erdogan com Flynn
novembro 27
13:00 2017

Preet Bharara, o ex-procurador público dos EUA que costumava supervisionar o caso de Reza Zarrab, comerciante de ouro iraniano-turco que está preso, disse que os russos, que haviam recrutado Michael Flynn, ex-conselheiro de segurança nacional dos EUA, podem ter apresentado ele ao governo turco.

“Algumas das perguntas sobre Mike Flynn: Depois que Flynn foi recrutado pelos Russos, o regime do [presidente russo Vladimir] Putin apresentou e garantiu ele ao regime do [presidente turco Recep Tayyip] Erdogan na Turquia? Qual é o papel de Erdogan como parceiro júnior plano de jogo da Rússia nos EUA?” tuitou Bharara no domingo.

“Talvez a investigação do [conselheiro especial Robert] Mueller responderá a perguntas como essas”, acrescentou ele.

Bharara, o procurador público dos EUA do distrito do sul de Nova Iorque que indiciou o comerciante de ouro turco-iraniano Zarrab sob acusações de violação de sanções americanas sobre o Irã, foi demitido pelo presidente americano Donald Trump em 11 de março.

Além de seus laços com a Rússia, as relações de Flynn com o governo turco estão também sob investigação.

O conselho especial dos EUA está investigando o trabalho realizado por Flynn em um documentário atacando Fethullah Gulen, clérigo islâmico turco, e financiado por interesses turcos como parte de uma investigação sobre se Flynn escondeu laços financeiros com a Rússia e a Turquia, relatou o The Wall Street Journal na sexta-feira.

De acordo com a reportagem, o FBI está planejando entrevistar consultores contratados por Flynn para trabalharem no filme inacabado que ataca Gulen, um clérigo que vive em exílio auto-imposto na Pensilvânia que o governo turco acusa de arquitetar um golpe fracassado na Turquia no ano passado. Gulen e o movimento que inspirou negaram qualquer envolvimento na tentativa.

O documentário era parte do trabalho de Flynn para interesses turcos enquanto servia na campanha de eleição de Donald Trump no ano passado, com sua empresa assinando um contrato de 530.000 dólares com um empresário turco próximo ao Presidente Recep Tayyip Erdogan.

Flynn e seu parceiro de negócios, Bijan Kian, contrataram consultores para produzirem o filme mas buscaram esconder o papel da empresa de Flynn, a Flynn Intel Group, no projeto, relatou o WSJ.

Flynn tardiamente deu entrada em documentos com o Departamento de Justiça em março, mostrando que havia sido pago para representar interesses turcos e está agora sob investigação por possivelmente esconder indevidamente seus laços financeiros com a Turquia e a Rússia.

O conselheiro especial Mueller está também investigando se Flynn e seu filho discutiram com representantes turcos a remoção à força de Gulen para a Turquia em troca de até 15 milhões de dólares, alegações que foram negadas pelo advogado de Flynn e o governo turco.

Os advogados de Flynn pararam de cooperar com os advogados da Casa Branca nesta semana, sinalizando que Flynn pode estar compartilhando informações com investigadores.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer