Últimas notícias

EUA estão investigando se Flynn discutiu maneiras de libertar Zarrab

EUA estão investigando se Flynn discutiu maneiras de libertar Zarrab
novembro 17
15:42 2017

Uma nova fase na investigação do conselho especial dos EUA sobre o ex-conselheiro de segurança nacional, Michael Flynn, pode ter acabado de começar com a soltura de uma prisão federal em Nova Iorque do empresário turco-iraniano Reza Zarrab, pois passará por julgamento no final deste mês por supostamente evadir as sanções americanas sobre o Irã, informou a CNBC.

O Conselheiro Especial Robert Mueller está investigando uma reunião em dezembro que Flynn teve com representantes do governo turco durante a qual Flynn supostamente recebeu uma oferta de até 15 milhões de dólares para entregar um clérigo islâmico à Turquia, que é acusado pelo presidente turco Recep Tayyip Erdogan de arquitetar uma tentativa de golpe em julho passado.

Mas a investigação também está vendo se Flynn discutiu maneiras de libertar Zarrab na reunião, de acordo com a NBC News. Se Zarrab possui qualquer informação sobre um acordo que foi supostamente lançado para sua soltura, isso poderia se provar prejudicial a Flynn.

O Daily Beast informou na quinta-feira que Zarrab tinha sido removido de uma instalação de correção federal na cidade de Nova Iorque, levando à especulação de que ele poderia estar cooperando com o governo, apesar de que um porta-voz do escritório do procurador-geral dos EUA disse que Zarrab permanece em custódia federal. Ele foi aparentemente transferido em 8 de novembro, três dias depois que a NBC News informou que o conselheiro especial tinha evidẽncias o suficiente para trazer acusações contra Flynn. O New York Times também relatou certos sinais de que Zarrab poderia ter alegado culpa, incluindo uma interrupção a novos arquivamentos de processo.

O juiz que está presidindo sobre o julgamento de Zarrab na quinta-feira se recusou a dizer se o rico empresário passaria por julgamento por circunscrever sanções dos EUA sobre o Irã com um de seus supostos co-conspiradores em 27 de novembro. “A única regalia que vem com ser um juiz é que você não tem que responder a perguntas da forma que testemunhas e advogados tem”, contou o Juiz de Comarca dos EUA Richard Berman advogado do co-réu Mehmet Hakan Attila, um banqueiro do Halkbank da Turquia.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer