Últimas notícias

Premiê turco confirma documentos do Paradise Papers: nada era um segredo

Premiê turco confirma documentos do Paradise Papers: nada era um segredo
novembro 07
16:08 2017

O primeiro-ministro turco, Binali Yildirim, hoje, confirmou a veracidade de documentos a respeito de sua família publicados pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ) em 5 de novembro, dizendo que nada de ilegal ocorreu e que seus filhos não possuem imunidade de uma investigação.

De acordo com os documentos, Erkam Yildirim e Bülent Yildirim são os filhos adultos do primeiro-ministro turco Yildirim, cuja família fez sua fortuna na indústria de transporte marítimo. Os irmãos são os únicos acionistas de duas empresas registradas em Malta: Hawke Bay Marine Co. Ltd., que foi montada em abril de 2004 e de acordo com registros públicos possui ou gerencia navios de transporte de carga; e a Black Eagle Marine Co. Ltd., incorporada em janeiro de 2007.

“A navegação é um negócio global; eles [seus filhos] fazem negócios por todo o mundo. Está não é uma questão escondida. Eles [mídia] estão tentando brincar com a percepção de que há algo secreto a respeito deste negócio,” disse o Primeiro-Ministro Yildirim durante uma coletiva de imprensa no aeroporto de Ancara antes de partir para os EUA.

Yildirim também disse que a história não é nova e é repetida desde 2008: “Desde que sou um político, é exótico para eles fazer matérias sobre as atividades dos meus filhos. Tenho imunidade, mas os meus filhos não. Estou dizendo aqui que todos os tipos de investigações podem ser lançadas.”

Uma investigação sobre o empreendimento da família de Binali Yildirim, parte dos arquivos de Malta das Colaborações Investigativas Europeias (EIC), revelaram em maio que sua família atualmente possui bens de transporte marinho e outros relacionados valendo bem mais e 100 milhões de euros, de acordo com reportagens nos sites de notícias theblacksea.eu e mediapart.fr.

O empreendimento da família de Yildirim consiste em 11 navios com bandeiras estrangeiras localizados em uma rede de empresas secretas em Malta, Holanda e nas Antilhas Holandesas — especificamente agora em Curaçao, com a suspeita de mais nas Ilhas Marshall e no Panamá. Ao menos quatro dos navios são financiados com enormes empréstimos de bancos suíços e turcos, incluindo um que pertence parcialmente ao estado turco.

O site Black Sea descobriu que o filho, filha, tio e sobrinhos de Yildirim compraram sete propriedades na Holanda, em uma valor maior do que 2,5 bilhões de dólares — tudo isso foi pago em dinheiro vivo.

A investigação também descobriu como os Yildirims usaram uma dessas empresas holandesas para doarem anonimamente 600.000 euros para a municipalidade de Pendik, perto de Istambul, para uma suntuosa nova mesquita.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer