Últimas notícias

Panzeri exorta Turquia a reverter a repressão sobre a sociedade civil

Panzeri exorta Turquia a reverter a repressão sobre a sociedade civil
novembro 03
16:47 2017

Pier Antonio Panzeri, presidente do Subcomitê dos Direitos Humanos (DROI) no Parlamento Europeu, recebeu bem a soltura de oito ativistas dos direitos humanos feita por um tribunal de Istambul, exortando a Turquia a reverter a repressão que vem ocorrendo contra representantes da sociedade civil, acadêmicos e ativistas dos direitos humanos.

Sob a luz da decisão do tribunal de Istambul, em 25 de outubro, que resultou na soltura dos oito ativistas dos direitos humanos, incluindo a diretora na Turquia da Anistia Internacional, Idil Eser, que estava em detenção preventiva desde 5 de julho, o presidente do Subcomitê dos Direitos Humanos, Panzeri, declarou em nome do subcomitê: “Enquanto recebo com agrado a soltura de oito ativistas, para esperarem o julgamento, permaneço seriamente preocupado com a prisão e detenção de várias figuras proeminentes da sociedade civil e defensores dos direitos humanos e enfatizo inequivocamente que as acusações contra todos os defensores dos direitos humanos na Turquia devem ser retiradas.”

Destacando que ele “permanece decepcionado e preocupado com muitos outros casos,” Panzeri disse: “A continuação da detenção preventiva de Taner Kılıç, presidente do conselho da seção da Turquia da Anistia Internacional, foi confirmada. O Sr. Osman Kavala, uma figura da sociedade civil de liderança bem-conhecida e amplamente respeitada, foi preso na semana passada, logo após reuniões em Gaziantep. O Sr. Kavala é o presidente da Anadolu Kültür, uma instituição cultural. Seu período inicial de detenção foi estendido em ainda mais sete dias, e ele deve ser solto logo em seguida.”

“Em todos os casos o devido processo deve ser garantido. Muitos outros na Turquia também são afetados por detenções arbitrárias o enfrentam direitos de viagem limitados e passaportes revogados.”

Exortando as autoridades turcas a “reverterem a repressão que vem ocorrendo sobre representantes da sociedade civil, acadêmicos e ativistas dos direitos humanos,” o presidente do DROI acrescentou: “A Turquia deve tomar passos decisivos na direção de restabelecer e consolidar o estado de direito. Esta permanece uma condição fundamental para se avançar com as conversas sobre a adesão à União Europeia.”

Um tribunal de Istambul, na quarta-feira, decidiu soltar oito ativistas dos direitos humanos, incluindo Idil Eser, a diretora na Turquia da Anistia Internacional, que estava em detenção preventiva desde 5 de julho por supostas ligações com o terrorismo.

Durante uma coletiva de imprensa em Hamburgo em 8 de julho, o Presidente Recep Tayyip Erdoğan acusou os defensores dos direitos humanos que estão detidos de tramarem uma sequência à tentativa de golpe de 15 de julho de 2016.

Um dia após a soltura dos oito ativistas, um tribunal em Esmirna decidiu pela continuação da detenção preventiva de Kılıç da Anistia Internacional, combinado seu caso com o caso dos ativistas de Büyükada.

Osman Kavala foi detido pela polícia turca quando chegou no aeroporto Atatürk em Istambul no final do dia 18 de outubro.

O Presidente Erdogan, na terça-feira, disse que Kavala estava por detrás dos protestos de Gezi em 2013, chamando ele de o George Soros da Turquia.

“Os fatos do Soros da Turquia foram revelados. Suas conexões foram expostas. Quem vocês estão tentando enganar? A mesma pessoa está por detrás dos eventos em Taksim [os protestos no Parque Gezi]. Vocês também podem ver os que estão por detrás do apoio financeiro para alguns lugares. Resistiremos aqueles que tentarem atingir esta nação a partir de dentro. Vamos revidar e nos vingar contra eles,” disse ele.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer