Últimas notícias

Em que se baseia aproximação entre Venezuela e Turquia?

Em que se baseia aproximação entre Venezuela e Turquia?
outubro 14
11:10 2017

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, realizou em 6 de outubro um encontro com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e após o encontro declarou que as relações entre ambos os países estão “entrando em uma nova era”.

A visita resultou na assinatura de cinco acordos relacionados com as áreas de turismo, economia, tecnologias de agricultura e segurança. Maduro destacou que este encontro tem a ver com a aspiração de criar um novo mundo, um mundo multipolar, e que ele sente o apoio do seu homólogo turco e agradece a ele por isso. Esta visita foi a primeira na história das relações bilaterais.

Os especialistas entrevistados pela Sputnik Turquia revelam o que Ancara e Caracas têm em comum.

Segundo Kerem ali Surekli, presidente do grupo de amizade turco-venezuelana no parlamento turco, a aproximação entre a Turquia e Venezuela se deve ao resultado do avanço na política latino-americana da Turquia.

“Em 2010, depois da visita de Maduro, na época ministro do Exterior, à Turquia, nas nossas relações bilaterais começou um processo de revitalização. Foram assinados vários acordos, mas ainda permanecem áreas de cooperação potencial não abrangidas completamente”, destacou Surekli.

Para ele, a Venezuela enfrentou um colapso enorme após a queda dos preços do petróleo, o que fez com que este país latino-americano desse um arranque na cooperação com outros países em outras áreas. Um arranque semelhante se deu com a Turquia em relação à América Latina. No âmbito desta estratégia, a Turquia procura o desenvolvimento das relações com Venezuela. Assim, ambos os países perseguem princípios de cooperação mutuamente vantajosa.

Além do petróleo, o território venezuelano apresenta várias oportunidades, tanto na área de construção, quanto na agricultura e turismo, portanto, de acordo com Surekli, a cooperação econômica está em primeiro lugar.

O que mais aproxima estes países é a posição idêntica em relação à ingerência estrangeira nos assuntos internos.

“Turquia e Venezuela são países que não aceitam a intervenção estrangeira e aspiram continuar firmes na realização de uma política independente que corresponda aos seus interesses. É um assunto muito importante”, sublinhou Surekli.

Yunus Soner, vice-presidente do Bureau de Relações Exteriores do partido turco Pátria, por sua vez, destacou que o principal fator que determina a aproximação entre a Turquia e Venezuela é a atual oposição entre Ancara e Washington.

“Venezuela procura um aliado, e neste sentido a Turquia é um candidato apropriado, porque ambos os países enfrentaram a intervenção global dos EUA o que, por sua vez, preparou terreno para a aproximação entre Caracas e Ancara. Acho que este processo vai continuar”, afirmou Soner.

Como explica o especialista turco, a Venezuela construiu no período da hegemonia norte-americana uma economia muito dependente do petróleo, prejudicando assim as outras indústrias. Com a Turquia, Caracas procura corrigir esse erro. A Turquia tem experiência industrial, na construção e até em investimentos e já começou a investir na economia venezuelana, com planos para realizar grandes investimentos capitais no país latino-americano.

Segundo Soner, a cooperação da Turquia com América Latina não se limitará à Venezuela. O país está interessado nos investimentos em Cuba. Depois das eleições de 2019, resume o especialista, o governo turco vai desenvolver ainda mais a cooperação com os países latino-americanos.

Originalmente publicado em: https://br.sputniknews.com/

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer