Últimas notícias

Erdogan ataca países ocidentais conforme inicia viagem pelo Golfo

Erdogan ataca países ocidentais conforme inicia viagem pelo Golfo
julho 24
11:29 2017

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, no domingo, criticou duramente os países ocidentais, incluindo os Estados Unidos e a Alemanha, por apoiar grupos terroristas, antes de começar uma viagem pelo Golfo: na Arábia Saudita, Kuwait e Catar, informou a agência de notícias estatal Anadolu.

No aeroporto Ataturk em Istambul antes de sua partida, Erdogan criticou o ministro das relações estrangeiras alemão, Sigmar Gabriel, por suas observações recentes contra a Turquia por ela ter deito ativistas das direitos humanos, incluindo um cidadão alemão, e ter exigido que a Alemanha extradite suspeitos e seguidores do movimento Gulen, que são acusados por Erdogan de terem participado da tentativa fracassada de golpe no ano passado.

Seis ativistas dos direitos humanos, incluindo a diretora na Turquia da Anistia Internacional (AI), Idil Eser, e o consultor e ativista dos direitos humanos alemão, Peter Steudtner, que foram detidos em 5 de julho durante um workshop em um hotel no bairro de Buyukada de Istambul, foram postos em prisão preventiva por um tribunal de Istambul na semana passada.

Na conferência de imprensa no domingo, Erdogan também atacou o General Raymond Thomas, chefe do Comando de Operações Especiais dos EUA, por apoiar as Unidades de Proteção Popular Curdas (YPG), parte das Forças Democráticas Sírias (SDF) apoiadas pelos EUA, na luta contra o Estado Islâmico no Iraque e no Levante (ISIL).

Enfatizando que a Turquia é um país forte na região e que sabe quem é quem, Erdogan disse que “amigos não devem trair uns aos outros”.

A Turquia criticou Thomas por sugerir que as YPG mudem sua marca, o que fizeram, para SDF.

Ancara considera as YPG como um grupo terrorista devido aos seus laços com o ilegalizado Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que também é considerado com um grupo terrorista pelos EUA e pela União Europeia.

A primeira parada de Erdogan na sua viagem pelo Golfo será a cidade portenha saudita de Jidá, onde ele reunirá com Salman, rei da Arábia Saudita, e o príncipe herdeiro, Mohammad bin Salman.

Ele então partirá para o Kuwait e mais tarde para o Catar para se reunir com o emir do Kuwait, Sheikh Sabah al-Ahmad al-Sabah, e o Emir do Catar, Sheikh Tamim bin Hamad al-Thani.

Estima-se que Erdogan fale da crise que está ocorrendo no Golfo durante suas conversas com os líderes dessa região.

A Arábia Saudita, os Emirados Árabes Unidos (EAU), Egito, Barein, Iêmen e Líbia cortaram os laços diplomáticos com o Catar em 5 de junho, citando o apoio de Doha a grupos terroristas, incluindo o ISIL e a al-Qaeda.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer