Últimas notícias
  • Inflação turca se aproximou de 85% em setembro, em torno de 72% no final do ano Espera-se que a inflação anual da Turquia suba perto de 85% em setembro e foi vista diminuindo apenas para 72% no final de 2022, uma pesquisa da Reuters mostrou na quarta-feira, depois que o banco central chocou os mercados ao cortar as taxas duas vezes, apesar do aumento da inflação. ...
  • Turquia se curva à pressão dos EUA, corta os laços bancários com os russos O florescente comércio da Turquia com Moscou em tempo de guerra deu um grande passo atrás na quarta-feira com a confirmação de que os três últimos bancos ainda processando pagamentos com cartão russo estavam se retirando sob pressão de Washington. ...
  • Jornalista investigativo que reporta desde o exílio é alvo de jornal pró-Erdoğan Cevheri Güven, um jornalista de investigação no exílio, cujos vídeos no YouTube, nos quais ele fala sobre a corrupção e as relações obscuras do governo turco, atraem centenas de milhares de espectadores, foi alvo de um jornal pró-governo que revelou seu endereço e publicou secretamente fotos sua, noticiou o Turkish Minute. ...
  • Turquia promete defender interesses contra Grécia em meio a tensões A Turquia convocou na segunda-feira o embaixador grego para protestar contra o suposto envio de dezenas de veículos blindados fabricados nos EUA para as ilhas gregas que, segundo Ankara, deveriam permanecer desmilitarizadas em conformidade com os tratados internacionais. ...
  • Relatório da ONU implica que Turquia pode ter cometido crimes de guerra com mortes de civis em ataques na Síria Há motivos razoáveis para acreditar que o uso de armas explosivas não guiadas para atacar áreas urbanas e vilarejos equivale ao crime de guerra de lançar um ataque indiscriminado causando morte e ferimentos a civis, disse a Comissão Internacional Independente de Inquérito da ONU sobre a República Árabe da Síria em um relatório publicado em 14 de setembro, referindo-se a morteiros que podem ter sido disparados da Turquia e vários ataques com drones matando civis em várias ocasiões em 2022. ...
  • Fundação sediada nos EUA dirigida pela família de Erdoğan se finge de morta após transferências de dinheiro suspeita O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan tinha uma programação em Nova York, aonde vai todos os anos à Assembleia Geral das Nações Unidas, para participar do tradicional jantar de gala da Fundação Turken, que é dirigido por seus familiares e parentes. Entretanto, este ano, Erdoğan não participou de nenhum evento da Turken. O presidente da Turken teve uma breve reunião com Erdoğan junto com uma dúzia de outros representantes de ONGs turco-americanas no domingo. A decisão do escritório Erdoğan está no fato de que a fundação está enfrentando sérias acusações de recebimento ilegal do dinheiro dos contribuintes turcos. Curiosamente, a fundação não tem se envolvido em nenhuma atividade por muito tempo.  ...
  • Procurador turco expulso por supostamente ajudar inteligência iraniana a sequestrar dissidentes De acordo com a mídia turca, o mais alto conselho judicial da Turquia expulsou um promotor público que foi anteriormente preso como parte de um caso envolvendo acusações de espionagem e sequestro em nome da inteligência iraniana. ...
  • Possível risco sancionatório força bancos turcos a agir sobre sistema de pagamento russo Dois bancos privados na Turquia suspenderam o uso do sistema de pagamento russo Mir no início desta semana, após sinais de alerta dos Estados Unidos. ...
  • O significado das ideias econômicas incomuns de Erdogan para a Turquia O presidente turco Recep Tayyip Erdogan não é o único político que não gosta quando os bancos do país cobram das pessoas relativamente pesado para pedir dinheiro emprestado. O que o diferencia é sua crença pouco ortodoxa em taxas de juros baixas e sua determinação em obter o controle da política monetária dos banqueiros centrais. O resultado: Uma sucessão de cortes de taxas de referência que alimentou a inflação desenfreada e precipitou um colapso da moeda.  ...
  • Voos Moscou-Istambul esgotados em meio à mobilização militar de Putin Os russos compraram todos os voos diretos entre Moscou e Istambul para os próximos três dias após a mobilização parcial dos militares russos anunciada pelo Presidente Vladimir Putin, informou na quarta-feira o Middle East Eye. ...

Estudo revela o horrível padrão de discurso de ódio de Erdogan

Estudo revela o horrível padrão de discurso de ódio de Erdogan
maio 25
11:55 2017

Os sentimentos xenofóbicos para com minorias, grupos vulneráveis, figuras de oposição e estrangeiros na Turquia de hoje estão sendo carregados pelo autoritário líder do país, Recep Tayyip Erdogan, que vomita discurso de ódio efetivamente todo dia, suscitando discriminação e estigmatização de milhões de pessoas na Turquia e por todo o mundo.

Erdogan fica fomentando ódio de uma maneira sistemática e deliberada quando ataca seus opositores, deixando um exemplo para seus seguidores para amplificarem a nociva narrativa. Em muitos casos, grupos étnicos e sociais já marginalizados na Turquia estão sendo martelados por capangas que emulam o padrão de comentários abomináveis de Erdogan.

Curdos, alevitas, os membros do movimento Gulen, cristãos, judeus, estrangeiros e muitos outros, declarados como párias e inimigos por Erdogan em um momento ou em outro, receberam sua parte de ataques verbais amargos de Erdogan e seus associados. A mídia controlada pelo governo perpetuou esse ódio ainda mais com matérias falsas e fabricadas, amplificadas e transmitidas para uma audiência maior.

O aspecto mais preocupante dessa campanha é que ela resultou em consequências reais através do aumento de crimes de ódio tais como ataques de justiceiros no caso de turistas quando Erdogan atacou outros países. E ainda mais, isso levou à justificação da tortura e abuso de vítimas por funcionários do governo em detenções e prisões porque eles foram declarados como párias pelo funcionário número um da nação no topo.

“Erdogan representa o mais eficiente perpetrador de discurso de ódio na Turquia de hoje e ele atua com completa impunidade”, disse Abdullah Bozkurt, o presidente do Stockholm Cente for Freedom (SCF).

“Com o estado de direito não mais existindo no país, as difamações debilitantes e horríveis de Erdogan que marginalizam milhões conseguem um passe livre”, acrescentou ele.

O SCF analisou os discursos públicos de Erdogan feitos nos últimos três anos para descobrir um padrão e identificar insultos e narrativas de ódio que atacavam o movimento Gulen como um estudo de caso. Esse movimento civil pacífico recebeu o ataque mais pesado das palavras mais ofensivas de Erdogan, tais como “terroristas”, “traidores”, “vampiros”, “sanguessugas”, “tumor” e “vírus”, etc.

Depois de desenvolver um vocabulário único de 240 difamações e insultos que se concentraram no movimento Gulen, Erdogan acabou declarando que os participantes do movimento “não possuem direito à vida”.

Quando comparado a outros grupos ou países alvos de Erdogan, palavras incrivelmente similares foram usadas. Os ataques sem descanso conda a Santa Sé, especialmente o Papa, a Holanda e a Alemanha durante a campanha do referendo em março e abril se parecem muito com a narrativa que Erdogan empregou contra o movimento Gulen.

Ao fazer isso, Erdogan e seus amigos não apenas violam as leis turcas mas também infringem os compromissos assumidos pela Turquia com as convenções internacionais. O SCF apela à Turquia que enfrente o ódio e o preconceito que não mais se deteriora na escuridão mas cresce rapidamente em um espaço público aberto livremente e sem qualquer impedimento. Isso pode romper o tecido social da Turquia e acabar destruindo a sociedade turca, atingindo também outros países que hospedam grandes comunidades muçulmanas e turcas.

É hora dos parceiros e aliados internacionais da Turquia confrontarem o comportamento valentão do presidente turco e dizer-lhe que seu comportamento não mais será admitido e tolerado.

Fonte: http://stockholmcf.org

Artigos relacionados

1 Comentário

  1. Wagner
    Wagner maio 25, 20:15

    É necessário tirar Erdogan e sua laia do poder, sem dúvidas é uma tragédia para a humanidade permitir que um lunático continue ceifando vidas alheias.

    Responda a esse comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer