Últimas notícias
  • [ANÁLISE] Erdoğan aumenta o domínio sobre as TSK para facilitar a colaboração com regimes autoritários  O mundo está evoluindo de uma ordem mundial unipolar dominada por um único poder para um sistema político multipolar no qual mais de um poder luta pelo domínio. Na atual luta de grandes potências, o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan acredita que pode manter seu poder político aliando-se à Rússia, China e Irã. Após sua reunião bilateral com o presidente russo Vladimir Putin em Sochi em 5 de agosto, Erdoğan disse aos repórteres que Putin o havia convidado para uma reunião da Organização de Cooperação de Xangai (SCO) a ser realizada no Uzbequistão de 16 a 18 de setembro de 2022. Como o Erdoğan explica que, como presidente de um país membro da OTAN, ele possa participar de uma reunião da SCO, que reúne regimes autoritários? Qual é a conexão entre a estreita cooperação do Erdoğan com os regimes autoritários e os regulamentos que levaram ao domínio do Erdoğan sobre as Forças Armadas Turcas (TSK) após uma tentativa de golpe na Turquia em 15 de julho de 2016? ...
  • “Eles estão nos matando”: Migrantes presos em uma pequena ilha pedem ajuda A organização AGreek de direitos humanos tem chamado as autoridades para ajudar dezenas de migrantes e requerentes de asilo que dizem ter ficado presos em uma pequena ilha fluvial na fronteira entre a Grécia e a Turquia. O Conselho Grego de Refugiados disse à CBS News que o contato com o grupo foi perdido na quarta-feira depois que uma jovem entre o povo desesperado foi alegadamente morta por um escorpião esta semana. ...
  • Envolvimento da Turquia com o Afeganistão cresceu desde a tomada do Talibã Enquanto muitos países cortaram os laços diplomáticos com o Afeganistão após o retorno do Talibã ao poder no ano passado, a Turquia, o único membro da OTAN com presença diplomática no país devastado pela guerra, tem sido ativa em muitas frentes. ...
  • Menino britânico, quatro anos, desaparece depois de viajar para a Turquia com sua mãe  Um menino britânico de quatro anos foi dado como desaparecido após viajar para a Turquia com sua mãe. Acredita-se que George Jack Temperley-Wells tenha viajado de Darlington para a região de Antalya com sua mãe, Brogan Elizabeth Temperley, em 29 de junho deste ano. ...
  • 69,3% dos turcos que lutam para pagar por alimentos, diz pesquisa A maioria das pessoas na Turquia está lutando para pagar pelos alimentos, uma vez que o aumento do custo de vida está afetando sua renda, informou a Turkish Minute, citando os resultados de uma pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisa Social Yöneylem. ...
  • Turquia acatou a sentença do TEDH sobre Kavala, argumenta o ministro da justiça Ao contrário do que o Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) disse em um julgamento no mês passado, o ministro da justiça da Turquia, Bekir Bozdağ, argumentou que os tribunais...
  • Navio com grãos ucranianos recusados pelo Líbano atraca na Turquia Um navio com milho ucraniano, anteriormente rejeitado por um comprador no Líbano devido a "violação das condições de entrega" atracou no porto de Mersin, na Turquia. ...
  • Bancos turcos adotando o sistema de pagamentos russo Cinco bancos turcos assumiram o sistema de pagamentos russo conhecido como Mir, disse no sábado o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan, após suas conversas com o presidente Vladimir Putin no resort do Mar Negro de Sochi.  ...
  • Putin tem a chave para a reeleição de Erdoğan, diz o analista russo O contínuo apoio político e financeiro do presidente russo Vladimir Putin é necessário para que o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan ganhe a reeleição no próximo ano, disse um importante analista russo na segunda-feira, refletindo sobre uma reunião entre eles em Sochi, Rússia, que gerou alarme nas capitais ocidentais. ...
  • Usina nuclear na Ucrânia é bombardeada A Rússia e a Ucrânia trocaram acusações na segunda-feira de que cada lado está bombardeando a maior usina nuclear da Europa, no sul da Ucrânia. A Rússia alegou que o bombardeio ucraniano causou um aumento de energia e incêndios e forçou o pessoal a baixar a produção de dois reatores, enquanto a Ucrânia culpou as tropas russas por armazenarem armas lá. ...

Presidente da Bulgária rebate Erdogan

Presidente da Bulgária rebate Erdogan
março 24
12:10 2017

O presidente búlgaro, Rumen Radev, rechaçou as declarações feitas por seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan, que criticou o governo búlgaro por “colocar pressão” sobre turcos expatriados, dizendo que seu país não aceitaria lições de democracia vindas da Turquia.

De acordo com a Reuters, Radev disse: “A Bulgária não dá, mas também não aceita lições de democracia, especialmente vindas de países que não respeitam o estado de direito”, durante uma coletiva de imprensa ontem.

Destacando que ele quer que as eleições na Bulgária procedam suavemente, ele também disse que a Bulgária é um país europeu “que segue suas leis, não as emoções de outros”.

Mais cedo ontem, Erdogan criticou a Bulgária por “exercer pressão” sobre turcos expatriados, a maior minoria étnica da Bulgária, antes de uma eleição em 26 de março.

Estou apelando à Bulgária. Estou apelando aos nossos parentes e irmãos lá… Nos aborrece seriamente ver e ouvir que estão exercendo pressão lá”, disse ele em uma conferência em Ancara.

Na semana passada, o embaixador búlgaro na Turquia, Nadejda Neynski, foi supostamente chamado de volta para Sofia para reuniões sobre a interferência da Turquia nas eleições que se aproximam na Bulgária.

De acordo com a mídia local, a Bulgária decidiu chamar de volta seu embaixador na Turquia depois que o embaixador turco em Sofia, Suleyman Gokce, foi convocado pelo Ministério das Relações Exteriores búlgaro em 6 de março por causa de relatos de que autoridades turcas haviam convocado turcos nascidos na Bulgária a votarem no partido DOST de Lyutvi Mestan.

A mídia búlgara também relatou que o embaixador Gokce apareceu em um vídeo de campanha para o DOST.

Uma declaração do Ministério das Relações Exteriores búlgaro hoje não incluiu qualquer razão para chamarem Neynski de volta a Sofia; contudo, autoridades do governo búlgaro expressaram preocupação com a “intromissão da Turquia nas eleições da Bulgária” ao encorajar os turcos nascidos na Bulgária que estejam na atualmente na Turquia – cerca de 60.000 pessoas – a votarem no DOST nas eleições de 36 de março e definiu isso como uma “intervenção direta nas políticas domésticas da Bulgária”.

Os de etnia turca na Bulgária estão estimados em mais de meio milhão em uma população de 7,2 milhões. Mais de 400.000 cidadãos búlgaros vivem na Turquia, a maioria deles turcos nascidos na Bulgária descendentes de colonos turcos da era otomana nos Bálcãs.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer