Últimas notícias

Turquia não ignorará os esforços do Irã para penetrar na região

Turquia não ignorará os esforços do Irã para penetrar na região
Fevereiro 23
14:08 2017

Ibrahim Kalin, porta-voz do presidente turco Recep Tayyip Erdogan, respondeu ao conselheiro do líder supremo iraniano Ayatollah Ali Khamenei, Ali Akbar Velayati, que disse que o povo do Iraque e da Síria expulsariam as tropas turcas se a Turquia não se retirasse, dizendo que a Turquia sempre esteve em diálogo com seu importante vizinho, o Irã, “mas isso não significa que a Turquia vai ignorar os esforços do Irã para penetrar a região”.

Durante um coletiva de imprensa no palácio presidencial na quarta-feira, Kalin disse que o Irã deve valorizar os esforços da Turquia em sua batalha contra o Estado Islâmico no Iraque e no Levante (ISIL ou ISIS) ao invés de criticá-los.

“O Irã é um vizinho importante para nós. Sempre estivemos em diálogo com o Irã. Mas isso não significa que vamos ignorar os esforços do Irã para penetrar a região”, disse ele.

As relações entre a Turquia e o Irã foram recentemente desgastadas devido a uma troca de palavras entre autoridades dos dois países vizinhos, dias antes das conversas de paz na Síria em Genebra, que começarão na quinta-feira.

O Irã, juntamente à Turquia e à Síria, patrocinaram conversas de paz realizadas na capital do Cazaquistão, Astana, no mês passado. Contudo, as conversas em Astana estilhaçaram as esperanças, pois a última rodada de conversas na semana passada fracassaram em até adotar uma declaração de encerramento devido a desacordos entre o lado do regime e o da oposição.

Enquanto que as conversas de paz em Genebra têm estado no centro dos esforços de paz internacionais desde que o conflito sírio começou em 2011, as conversas em Astana lideradas pela Rússia e pela Turquia depois que o presidente russo Vladimir Putin e seu colega turco, Recep Tayyip Erdogan discutiram com o presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev em dezembro de 2016 a possibilidade de realizarem uma reunião em Astana entre as partes em guerra no conflito sírio.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Mailer