Últimas notícias

Presidente Erdogan: UE não é tudo, Turquia pode se juntar aos Cinco de Xangai

Presidente Erdogan: UE não é tudo, Turquia pode se juntar aos Cinco de Xangai
novembro 21
14:28 2016

A Turquia não deve ficar “fixa” na ideia de se juntar à União Europeia e deve olhar outras oportunidades, como o Pacto de Xangai, que é liderado pela Rússia, disse o Presidente Recep Tayyip Erdogan.

A Turquia deve antes de tudo se sentir relaxada quanto à UE e não fixada” quando a se juntar a ela, contou Erdogan aos repórteres no avião presidencial voltando do Uzbequistão, relatou o jornal Hurriyet.

Alguns podem me criticar mas expresso minha opinião. Por exemplo, eu disse ‘por que a Turquia não deveria estar nos Cinco de Xangai’” disse ele.

A Organização para Cooperação de Xangai (OCX), também conhecida coma os “Cinco de Xangai”, é um bloco informal de segurança e econômico liderado pela Rússia e a China. Os outros membros formais são o Cazaquistão, Quirguistão e Tajiquistão.

Erdogan disse que já tinha discutido a ideia com o presidente russo Vladimir Putin e com o presidente cazaque Nursultan Nazarbayev.

[A OCX] foi estabelecida por cinco membros, mas então países como o Uzbequistão, Paquistão e Índia também se envolveram”, disse ele.

O Irã quer estar envolvido e o Sr. Putin disse ‘estamos avaliando a situação’. A Turquia fazer parte dos Cinco de Xangai permitirá a ela atuar mais livremente [em sua candidatura à UE]”, acrescentou Erdogan.

Erdogan por várias vezes lançou planos para que a Turquia se juntasse à OCX, uma jogada que poderia afundar sua candidatura de longa data a membro da UE.

A Turquia solicitou formalmente para se tornar um membro da UE em 1987 e as conversas de adesão começaram apenas em 2005, apesar de que as aspirações de Ancara de se tornar parte do bloco datam lá dos anos 60.

A UE tem nos atrasado por 53 anos. Como pode uma coisa assim acontecer?” disse Erdogan.

Eu fui convidado às cúpulas dos líderes nos meus primeiros anos como primeiro-ministro. Então eles pararam de nos convidar. Por que? Porque falamos tudo do jeito que era. Por exemplo, eles abrem capítulos [de adesão], mas não os fecham. Por que abrir os capítulos se não serão fechados?”

As relações entre a Turquia e a UE têm sido especialmente tensas desde a tentativa de golpe fracassada de 15 de julho. Ancara diz que não recebeu apoio o suficiente de seus aliados na UE contra os seguidores de Fethullah Gulen, o pregador islâmico radicado nos EUA que alguns acreditam sem provas nem sequer evidências ter arquitetado a tentativa de golpe, ou outros grupos que ele considera como terroristas.

Bruxelas, enquanto isso, criticou duramente a repressão do governo turco contra supostos golpistas, exortando Ancara a cumprir com os critérios de direitos e liberdades da UE.

Em uma conversa em sua volta do Uzbequistão, Erdogan mais uma vez avisou a UE a “decidir até o final do ano” quanto ao pedido de adesão e seu compromisso de conceder viagens sem visto a cidadãos turcos como parte do acordo dos refugiados. Ele também novamente lançou a ideia de fazer um referendo quanto à questão do pedido de adesão da Turquia à UE.

Os países da América Latina usufruem de viagens sem visto [no espaço Schengen], mas eles protelam a Turquia. Nós discutimos a questão um outro dia e dissemos: ‘Vamos ser pacientes até o fim do ano. Algumas coisas tem que acontecer, ou vamos fechar aquele arquivo sobre a readmissão [de migrantes como parte do acordo dos refugiados]’”, adicionou Erdogan.

A Turquia e a UE concordaram em acelerar as conversas de filiação em março como parte de um acordo para refrear o fluxo de migrantes para a Grécia.

O acordo foi fechado em troca de vários incentivos para Ancara, incluindo assistência financeira da UE para refugiados sírios na Turquia e viagem sem visto ao espaço Schengen para os turcos.

Mas o processo, que já era difícil, está em uma acentuada espiral descendente logo em seguida da repressão de Ancara após a tentativa de golpe. Alguns parlamentares europeus até apoiaram pedidos para que as conversas de adesão com Ancara fossem suspensas.

Fonte: www.hurriyetdailynews.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer