Últimas notícias

Deputado do AKP diz que o povo invadirá as prisões e enforcará os apoiadores de Gulen e do PKK

Deputado do AKP diz que o povo invadirá as prisões e enforcará os apoiadores de Gulen e do PKK
novembro 14
16:24 2016

O deputado em Esmirna do Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP), Huseyin Kocabiyik disse que o povo turco invadirá as prisões e enforcará os simpatizantes do movimento Gulen e do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) na ocasião do assassinato de altos funcionários públicos.

Kocabiyik fez as declarações controversas em uma mensagem no Twitter que postou no domingo.

“Na ocasião do assassinato de altos funcionários públicos, o povo invadirá as prisões e enforcará todos os apoiadores da FETO e do PKK. Isso é o que é dito entre o público”, escreveu ele.

FETO é um termo derrogatório e acrônimo para a Organização Terrorista de Fethullah Gulen, cunhado pelo Presidente Recep Tayyip Erdogan e o governo do AKP para se referirem ao movimento Gulen, que Erdogan e o AKP acusam de arquitetar a tentativa de golpe fracassada em 15 de julho. O movimento nega fortemente ter qualquer papel na tentativa de golpe.

O prefeito de Ancara, Melih Gokcek, que comentou a mensagem de Kocabiyik no Twitter no domingo, escreveu: “Infelizmente, escuto isso frequentemente e estou ficando seriamente preocupado”.

Mais de 110.000 pessoas foram expurgadas dos órgãos estatais, mais de 80.000 detidas e acima de 36.000 foram presas desde a tentativa de golpe por supostas ligações com Gulen. Entre os presos estão jornalistas, juízes, promotores, policiais e militares, acadêmicos, governadores e até um comediante. Os críticos argumentam que as listas de simpatizantes de Gulen foram compostas anteriormente à tentativa de golpe.

As observações controversas do deputado do AKP vierem em um momento em que o governo turco está considerando reintroduzir a pena de morte, e existem relatos a cerca de planos para matar apoiadores reais ou supostos de movimento Gulen nas Prisões.

Omer Turanli, um advogado que representa um ex delegado que está preso como parte de uma repressão contra o movimento, alegou na semana passada que o governo turco está rumando para assassinatos em massa de pessoas presas por supostas pu reais ligações com o movimento Gulen, em uma rebelião encenada na Prisão Silivri.

“De acordo com informações não confirmadas que meus clientes receberam de suas famílias, as autoridades abrirão as portas [das celas] para que os presos escapem como se fosse uma fuga da prisão. E então os soldados receberão a ordem de atirar neles”, tuitou o advogado Omer Turanli.

Em setembro um troll do Partido da Justiça do Desenvolvimento (AKP) no Twitter chamado Ahmet Ustun (@ustunn_ahmet) convocou o governo a fazer planos para o massacre de todos os simpatizantes de Gulen que estejam atualmente atrás das grades.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer