Últimas notícias

Acesso a sites de notícias na Turquia bloqueado pelo TIB

Acesso a sites de notícias na Turquia bloqueado pelo TIB
julho 19
16:39 2016

O Diretório de Telecomunicações (TIB) bloqueou o acesso a um certo número de sites de notícias devido a uma tentativa fracassada de golpe por um grupo de militares na Turquia.

Entre os sites de jornais banidos e portais de notícias estão o Rotahaber, Gazeteport, Karsi, ABC e Medyascope.

Unal Tanik, chefe de redação do portal de notícias Rotahaber disse em sua conta no Twitter no domingo que o acesso ao site foi bloqueado apesar de que não havia problema técnico algum.

Medyascope soltou um comunicado depois da censura, dizendo: “Infelizmente o TIB bloqueou o acesso ao nosso site. Não sabemos a razão”.

O jornal ABC também condenou a censura sobre as mídias sociais e disse, “Isso é um ataque contra a imprensa livre, não permaneceremos em silêncio”.

Acesso ao site do jornal Yeni Hayat (yenihayatgazetesi.com), um dos poucos jornais idependentes que ainda restam na Turquia, também tinha sido bloqueado devido a sua matéria principal perto das 8:30 da noite de 30 de junho, sem notificação ou justificativa alguma. A matéria alegava que existem atualmente 150 homens-bomba em potencial ligados ao grupo terrorista Estado Islâmico (ISIS) na Turquia.

Um grupo de soldados tentou dar um golpe militar que começou por volta das 10 da noite da sexta-feira, quando tanques militares foram às ruas de Ancara e Istambul e soldados bloquearam a Ponte do Bósforo e a Ponte Fatih Sultan Mehmet. A reivindicação dos militares pela tomada de poder foi lida na emissora estatal TRT. O âncora disse que os militares tinham imposto a lei marcial e declarado um toque de recolher até novo aviso.

Contudo, a tentativa de golpe perdeu o embalo depois que o Presidente Recep Tayyip Erdogan retornou das férias em um resort costeiro em Marmaris.

Ao menos 208 pessoas, incluindo soldados e policiais, foram mortos e 1.491 outros foram feridos, enquanto que 7.543 pessoas foram detidas e 316 foram presas até agora, de acordo com a declaração do Primeiro-Ministro Binali Yildirim na segunda-feira.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer