Últimas notícias
  • [ANÁLISE] Erdoğan aumenta o domínio sobre as TSK para facilitar a colaboração com regimes autoritários  O mundo está evoluindo de uma ordem mundial unipolar dominada por um único poder para um sistema político multipolar no qual mais de um poder luta pelo domínio. Na atual luta de grandes potências, o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan acredita que pode manter seu poder político aliando-se à Rússia, China e Irã. Após sua reunião bilateral com o presidente russo Vladimir Putin em Sochi em 5 de agosto, Erdoğan disse aos repórteres que Putin o havia convidado para uma reunião da Organização de Cooperação de Xangai (SCO) a ser realizada no Uzbequistão de 16 a 18 de setembro de 2022. Como o Erdoğan explica que, como presidente de um país membro da OTAN, ele possa participar de uma reunião da SCO, que reúne regimes autoritários? Qual é a conexão entre a estreita cooperação do Erdoğan com os regimes autoritários e os regulamentos que levaram ao domínio do Erdoğan sobre as Forças Armadas Turcas (TSK) após uma tentativa de golpe na Turquia em 15 de julho de 2016? ...
  • “Eles estão nos matando”: Migrantes presos em uma pequena ilha pedem ajuda A organização AGreek de direitos humanos tem chamado as autoridades para ajudar dezenas de migrantes e requerentes de asilo que dizem ter ficado presos em uma pequena ilha fluvial na fronteira entre a Grécia e a Turquia. O Conselho Grego de Refugiados disse à CBS News que o contato com o grupo foi perdido na quarta-feira depois que uma jovem entre o povo desesperado foi alegadamente morta por um escorpião esta semana. ...
  • Envolvimento da Turquia com o Afeganistão cresceu desde a tomada do Talibã Enquanto muitos países cortaram os laços diplomáticos com o Afeganistão após o retorno do Talibã ao poder no ano passado, a Turquia, o único membro da OTAN com presença diplomática no país devastado pela guerra, tem sido ativa em muitas frentes. ...
  • Menino britânico, quatro anos, desaparece depois de viajar para a Turquia com sua mãe  Um menino britânico de quatro anos foi dado como desaparecido após viajar para a Turquia com sua mãe. Acredita-se que George Jack Temperley-Wells tenha viajado de Darlington para a região de Antalya com sua mãe, Brogan Elizabeth Temperley, em 29 de junho deste ano. ...
  • 69,3% dos turcos que lutam para pagar por alimentos, diz pesquisa A maioria das pessoas na Turquia está lutando para pagar pelos alimentos, uma vez que o aumento do custo de vida está afetando sua renda, informou a Turkish Minute, citando os resultados de uma pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisa Social Yöneylem. ...
  • Turquia acatou a sentença do TEDH sobre Kavala, argumenta o ministro da justiça Ao contrário do que o Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) disse em um julgamento no mês passado, o ministro da justiça da Turquia, Bekir Bozdağ, argumentou que os tribunais...
  • Navio com grãos ucranianos recusados pelo Líbano atraca na Turquia Um navio com milho ucraniano, anteriormente rejeitado por um comprador no Líbano devido a "violação das condições de entrega" atracou no porto de Mersin, na Turquia. ...
  • Bancos turcos adotando o sistema de pagamentos russo Cinco bancos turcos assumiram o sistema de pagamentos russo conhecido como Mir, disse no sábado o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan, após suas conversas com o presidente Vladimir Putin no resort do Mar Negro de Sochi.  ...
  • Putin tem a chave para a reeleição de Erdoğan, diz o analista russo O contínuo apoio político e financeiro do presidente russo Vladimir Putin é necessário para que o presidente turco Recep Tayyip Erdoğan ganhe a reeleição no próximo ano, disse um importante analista russo na segunda-feira, refletindo sobre uma reunião entre eles em Sochi, Rússia, que gerou alarme nas capitais ocidentais. ...
  • Usina nuclear na Ucrânia é bombardeada A Rússia e a Ucrânia trocaram acusações na segunda-feira de que cada lado está bombardeando a maior usina nuclear da Europa, no sul da Ucrânia. A Rússia alegou que o bombardeio ucraniano causou um aumento de energia e incêndios e forçou o pessoal a baixar a produção de dois reatores, enquanto a Ucrânia culpou as tropas russas por armazenarem armas lá. ...

Serviço comunitário por insultar Erdogan

Serviço comunitário por insultar Erdogan
julho 06
16:47 2016

O deputado de Istambul do partido da principal oposição, o Partido Popular Republicano, Eran Erdem recebeu 700 horas de serviço comunitário por supostamente insultar o então primeiro-ministro e atual Presidente Recep Tayyip Erdogan através da mídia.

Foi revelado na mídia turca que o 2º Tribunal Criminal de Primeiro Instância de Istambul sentenciou Erdem a pagar 7.000 liras turcas por “insultar Erdogan” através da mídia em setembro de 2013, que então se transformou em uma sentença de prisão de 350 dias.

A sentença de prisão não recebeu apelo e se tornou o veredito final do tribunal em 27 de janeiro de 2014. A sentença então foi transformada em uma serviço comunitário de 700 horas.

Erdem tuitou na segunda-feira que foi forçado a desembarcar de um voo antes da decolagem no Aeroporto Ataturk de Istambul devido à ordem de um promotor, apesar de não possuir proibição de viajar atualmente.

Seu tweet anterior disse que ele tinha a intenção de viajar para o exterior para passar o Eid al-Fitr que estava chegando, o feriado que marca o fim do mês sagrado Ramadã dos muçulmanos, com sua família, que são obrigados a viver no exterior por terem recebido “ameaças de morte”.

O deputado do CHP recentemente fez incríveis declarações a respeito das atividades do terrorista Estado Islâmico do Iraque e da Síria (ISIS) na Turquia. Erdem alegou que uma revista publicada por Abu Hanzala, um suposto líder do ISIS radicado na Turquia, estava sendo distribuída em paradas de transporte público. Outra asserção que Erdem fez foi que o ISIS estava dirigindo ao menos cinco mesquitas em Istambul.

De acordo com uma declaração recente do Ministro da Justiça da Turquia, Bekir Bozdag, promotores turcos abriram quase 2.000 casos contra pessoas por supostamente insultarem Erdogan desde que foi eleito para a presidência em agosto de 2014.

Críticos acusam Erdogan de intolerância e dizem que ele está usando a lei para sufocar a dissidência. Aqueles que passaram por um julgamento por insultarem Erdogan incluem jornalistas, cartunistas, acadêmicos e até adolescentes.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer