Últimas notícias

Alemães apresentam queixa contra Erdogan por crimes de guerra

Alemães apresentam queixa contra Erdogan por crimes de guerra
junho 28
10:41 2016

Um grande número de cidadãos alemães e grupos dos direitos civis, incluindo ativistas, políticos e artistas apresentam queixa criminal contra o presidente turco Recep Tayyip Erdogan sob acusações de “crimes de guerra” e “crimes contra a humanidade” em relação às contínuas operações antiterrorismo do país nas províncias curdas do sudeste.

De acordo com a Deutsche Welle (DW) Turca, Britta Eder e Petra Dervishaj, duas advogadas alemãs, anunciaram em um comunicado de imprensa na segunda-feira que apresentaram uma queixa ao Gabinete do Procurador-Chefe Federal na cidade de Karlsruhe. Ambas afirmaram que estão representando as famílias de duas pessoas, que foram mortas nas operações militares turcas no sudeste do país, junto com um legislador do Partido Democrático do Povo (HDP). A queixa criminal também foi assinada por vários políticos alemães e organizações não-governamentais.

Eder e Dervishaj contaram à mídia que seus clientes viam a apresentação de queixa contra os “sistemáticos crimes de guerra da Turquia” como uma “obrigação moral”.

A DW Turca relatou que a petição ao gabinete do procurador também incluía acusações contra o ex-Primeiro-Ministro Ahmet Davutoglu, e também contra os altos quadros no exército e na polícia.

Entre os signatários estão os legisladores do Partido de Esquerda Alemão Andrej Hunko, Harald Weinberg e Ulla Jelpke, o compositor Konstantin Wecker e o grupo de direitos humanos baseado em Colônia MAF-DAD, de acordo com a DW Turca.

As acusações focam principalmente nas operações do exército no distrito turco de Cizre, que fica à sudeste, e são baseadas em relatos de testemunhas oculares.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer