Últimas notícias

A reversão da trajetória ocidental da Turquia

A reversão da trajetória ocidental da Turquia
julho 30
22:21 2020

Ao longo de seus primeiros anos políticos, o presidente turco Recep Tayyip Erdogan foi visto como um reformador que poderia equilibrar um delicado triângulo do Islã político, as poderosas instituições militares e estatais e a salvaguarda das minorias curda, cristã, judia, assíria e yazidi da Turquia. Essa democratização garantiria a liberdade de expressão, a igualdade e a proteção das mulheres e minorias, a transparência institucional e o Estado de Direito. Por mais de 15 anos, o Ocidente estendeu uma mão amiga para nutrir esse progresso.

Talvez o momento em Davos em 2009, quando Erdogan ameaçou o primeiro-ministro israelense Peres em sua implacável belicosidade contra Israel e os vizinhos regionais da Turquia, deveria ter informado ao Ocidente que ele possivelmente nunca estava interessado em democracia.

O retorno do Museu Hagia Sophia, Patrimônio Mundial da UNESCO, a uma mesquita parece projetado para provocar um conflito religioso e cultural entre o cristianismo e o islamismo, possivelmente para ser usado para atacar mais abertamente o Ocidente, enquanto sufoca as aspirações do povo turco pela democracia.

Sua aventura islâmica autoritária continua a prejudicar a igualdade; liberdades religiosas, minoritárias e culturais; e o estado de direito. De fato, mulheres, minorias, escritores, jornalistas, poetas, artistas e até os militares podem ser presos caprichosamente, sem qualquer processo devido, baseando-se na percepção de que “o presidente foi insultado”.

Se ele optar por ouvir seu povo, Erdogan ainda pode perceber “paz em casa, paz no mundo”. Se ele vai reverter o decreto sobre Hagia Sophia é uma questão para ele e seu governo decidirem. Estabilizando a paz e a coexistência regional, Erdogan será comemorado como estadista moderno visionário que ousadamente escolheu navegar em águas muito difíceis para ancorar a Turquia com segurança longe de ideologias e sonhos que apenas dividem e destroem.

Fonte: The reversal of Turkey’s Western trajectory

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer