Últimas notícias

O estranho caso turco. Um dos países com mais infectados… e menos mortes

O estranho caso turco. Um dos países com mais infectados… e menos mortes
abril 30
18:54 2020

A Turquia é, neste momento, o sétimo país do mundo mais afetado pela pandemia, com mais de 110 mil pessoas a terem testado positivo à Covid-19. No entanto, é, simultaneamente, um dos que apresenta um número de vítimas mortais mais baixo.

Até à data, o novo coronavírus matou 2.805 cidadãos em território turco, o que significa um rácio de apenas 33 por cada milhão de habitantes, e isto apesar de não ter sido, propriamente, rígida a imposição de medidas de confinamento, de forma a evitar o colapso da economia.

Esta estranha situação está a causar alguma perplexidade junto da comunidade científica internacional, mas Mehmet Ceyhan, catedrático da universidade de Hacettepe, acredita que se deve à ‘tenra’ média de idade da população: 31,5 anos, menos dez do que em Espanha ou Itália.

“Também a média de idade dos nossos infectados por Covid-19 é mais baixa do que noutros países europeus, e, como sabemos, a mortalidade é superior quanto maior é a idade do infetado. Na Turquia, aplicou-se um confinamento restrito aos maiores de 65 anos e grupos de risco”, afirmou, em declarações prestadas ao jornal espanhol El País.

Já Alpay Azap, membro do conselho científico que aconselha o Ministério da Saúde, recorda que “a Turquia foi um dos países onde o vírus chegou mais tarde”, o que permitiu aos responsáveis observar “as experiências de outros países” antes de colocarem medidas em ação.

Mas a explicação não convence todos, como é o caso de Bulent Nazim Yilmaz, secretário-geral do Sindicato de Médicos Turcos, que acusa o governo de “não estar a ser transparente com os dados”, uma vez que “só regista como casos de Covid-19 aqueles que dão positivo na análise, mas os testes utilizados têm uma margem de erro de até 40%”.

Fonte: https://www.noticiasaominuto.com/mundo/1467006/o-estranho-caso-turco-um-dos-paises-com-mais-infetados-e-menos-mortes

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer