Últimas notícias

Viúva de soldado turco condenada à prisão por terrorismo

Viúva de soldado turco condenada à prisão por terrorismo
fevereiro 28
12:47 2020

Sezen Ataş, viúva do tenente Murat Ataş, morto em outubro de 2016 em um ataque terrorista realizado pelo Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), foi condenada a seis anos, 10 meses de prisão por “pertencer a uma organização terrorista” devido a sua ligações com o movimento Hizmet, o site de notícias TR724 noticiou na quarta-feira.

O julgamento de Ataş foi ouvido pelo 6º Tribunal Penal de Bursa, que declarou que ela era culpada de terrorismo com base em declarações de testemunhas e seu suposto uso do ByLock, um aplicativo de mensagens móveis que as autoridades turcas alegam ter sido usado exclusivamente pelos simpatizantes do Hizmet.

Pessoas ligadas ao Hizmet de todas as esferas da vida frequentemente enfrentam acusações relacionadas ao terrorismo, já que a Turquia acusa o movimento de planejar um golpe fracassado em julho de 2016. O movimento nega veementemente qualquer envolvimento.

A audiência do julgamento de Ataş também fez uma investigação com as autoridades relevantes para determinar se ela e seu falecido marido tinham uma conta no Bank Asya, um banco vinculado ao Hizmet, que foi confiscado e subsequentemente encerrado pelo governo turco.

Fonte: Widow of fallen Turkish soldier sentenced to prison over Gülen links

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer