Últimas notícias

Hostilidade contra refugiados sírios está aumentando na Turquia

Hostilidade contra refugiados sírios está aumentando na Turquia
Janeiro 31
15:05 2018

O International Crisis Group (ICG) disse em um relatório publicado na terça-feira que a violência em cidades turcas entre comunidades locais e refugiados sírios aumentou significantemente na última metade de 2017, urgindo a Turquia a tomar medidas para assegurar a integração sustentável de sua população de refugiados enquanto lida com os rancores da comunidade local.

“A violência intercomunitária entre comunidades locais e refugiados sírios aumentou três vezes na segunda metade de 2017, comparada ao mesmo período em 2016. Rancores crescentes nas maiores metrópoles da Turquia: Istambul, Ancara e Esmirna, estão incitando rivalidades interétnicas, desigualdade socioeconômica e violência urbana”, disse o ICG no relatório.

A Turquia acolheu mais de 3,4 milhões de refugidos sírios nos últimos seis anos desde o início da guerra civil no país vizinho, mas a hostilidade da comunidade local para com esses recém-chegados está aumentando, com 35 pessoas morrendo em incidentes de violência intercomunitária, incluindo 24 sírios.

As rivalidades interétnicas, desigualdade socioeconômica e violência urbana estão sendo incitadas por rancores crescentes nas maiores cidades da Turquia, “onde as comunidades locais veem os sírios como diferentes culturalmente e guardam rancor da competição deles por empregos de salário baixo ou clientes, especialmente dentro da economia informal”, de acordo com o ICG. Muitos também acreditam que os sírios recebam acesso preferencial a serviços públicos e assistência.

“O governo nacional tende a não engajar as autoridades locais ou a sociedade civil no planejamento de iniciativas projetadas para promoverem a coesão social, frequentemente excluindo os melhores posicionados para compreenderem as necessidades e tensões locais. As alocações de tesouro são distribuídas entre municipalidades de acordo com o número de cidadãos turcos, sem se considerar a população de refugiados, o que significa que os recursos estão especialmente rarefeitos em comunidades com grandes números de sírios. Por ignorar ou minimizar as tensões, o governo permitiu que as hostilidades alcançassem um ponto de ebulição em algumas comunidades com uma população de refugiados densa”, o relatório disse.

Fornecer educação para crianças refugiadas permanece um problema, com cerca de 370.000 de quase 1 milhão de crianças em idade escolar não estando matriculadas e outras 230.000 ainda frequentando os centros de educação temporários sendo eliminados aos poucos conforme as crianças sírias transitam para o sistema escolar público.

O maior desafio que a Turquia enfrenta em lidar com sua população de refugiados é integrar os sírios no mercado de trabalho formal. Os refugiados tendem a ter pouca educação e habilidades, e a maioria não fala uma palavra de turco. “Um estimado de 750.000 a 950.000 sírios atualmente trabalham no setor informal; apenas 15.000 obtiveram as permissões necessárias para um emprego formal”, de acordo com a ICG.

“Ancara e seus parceiros internacionais devem tomar medidas para assegurarem a integração sustentável de sírios enquanto lidam e gerenciam preventivamente os rancores das comunidades locais. Eles também devem desenvolver mecanismos para dissipar tensões relacionadas aos refugiados, particularmente nas cidades que estão crescendo rapidamente no país”, disse o ICG em seu relatório.

“ … o governo precisa reconhecer que a maioria dos refugiados sírios provavelmente permanecerão no país e tomar medidas para os integrar sem negligenciar as necessidades e rancores de cidadãos trucos, especialmente nas cidades que estão crescendo rapidamente no país”.

O relatório completo pode ser acessado em https://www.crisisgroup.org/europe-central-asia/western-europemediterranean/turkey/248-turkeys-syrian-refugees-defusing-metropolitan-tensions

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Mailer