Últimas notícias

SCF: Turquia prende 228 jornalistas, um novo recorde mundial

SCF: Turquia prende 228 jornalistas, um novo recorde mundial
abril 03
16:06 2017

O número de jornalistas presos na Turquia alcançou 228, um novo recorde mundial, conforme a repressão massiva contra a mídia crítica, independente e livre pelo regime autoritário do Presidente Recep Tayyip Erdogan não demonstra nenhum sinal de que diminuirá por enquanto, relatou o Centro de Estocolmo para a Liberdade (SCF), um grupo da Suécia que advoga pelos direitos e realiza monitoramentos, relatou no domingo.

No domingo a Turquia atraiu a atenção de organizações internacionais de jornalismo depois que 21 jornalistas que estavam em detenção preventiva por oito meses e que deveriam ser soltos na sexta para a espera do julgamento foram presos novamente no começo do domingo sem nunca terem sido libertos.

O SCF, desde 1º de abril de 2017, tem registrado que 228 jornalistas e trabalhadores da mídia estavam por detrás das grades na Turquia. Desses, 194 estão presos esperando o julgamento, a maioria sem um indiciamento e nenhum com uma condenação.

92 jornalistas em exílio

De acordo com o relatório, apenas 21 jornalistas foram condenados e estão cumprindo sentença em prisões turcas. Treze jornalistas estão atualmente sob custódia da polícia e ainda não foram presos formalmente. E ainda mais, mandados de prisão foram emitidos para 92 jornalistas que vivem em exílio ou permanecem à solta na Turquia.

Um lista atualizada está postada no site do SCF com um formato em que se pode fazer uma busca por nome, sobrenome, condição, data da prisão, prisão, veículo de mídia e tipo de mídia.

O SCF também identificou finalmente 22 jornalistas presos que estavam trabalhando na Empresa de Rádio e Televisão Turca (TRT), uma rede de radiodifusão. O SCF não incluiu esses nomes em suas listas anteriores apesar de que sabia do total mas não estava conseguindo identificá-los por nome.

A Turquia é a pior prisão de jornalistas do mundo. Mais da metade dos jornalistas que estão na prisão por todo o mundo estão na Turquia, um membro do Conselho da Europa (CoE) uma candidata a membro da União Europeia.

O governo turco alega que todos os jornalistas foram acusados de crimes que não possuem relação com seus trabalhos jornalísticos.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer