Últimas notícias

Perincek diz que o Partido da Pátria informou um jornal pró-governo sobre a tentativa de golpe um dia antes

Perincek diz que o Partido da Pátria informou um jornal pró-governo sobre a tentativa de golpe um dia antes
fevereiro 15
11:09 2017

O Dogu Perincek, presidente do ultranacionalista Partido da Pátria (VP), disse na terça-feira que as autoridades de seu partido haviam informado o jornal pró-governo Yeni Safak sobre uma possível tentativa de golpe um dia antes do golpe fracassado em 15 de julho do ano passado.

Durante uma coletiva de imprensa na sede provincial de Istambul do VP, Perincek disse que seu vice-presidente, Atilla Ugur, informou o jornal Yeni Safak e contatou o governo através de seus canais sobre a tentativa de golpe.

“Dissemos a eles que ficassem firmes e a tentativa de golpe seria frustrada”, disse ele e acrescentou que vários deputados do governante Partido da Justiça e do Desenvolvimento (AKP) contactaram os autoridades do VP para saber se a tentativa de golpe era real ou não.

Em observações feitas logo em seguida da tentativa fracassada de golpe em julho passado, Perincek disse que o “estado secreto, a organização clandestina que os EUA estabeleceram na Turquia entrou em ruínas na noite de 15 de julho e foi limpa do judiciário e dos militares”. De acordo com Perincek, os militares turcos voltaram às suas raízes kemalistas, e os países que os EUA querem dividir devem resistir a isso.

Apesar de diferenças ideológicas com o AKP e o Presidente Recep Tayyip Erdogan, Perincek, que é conhecido por ter pontos de vista pró-Rússia e fascistas, apoia abertamente o expurgo de Erdogan e sua caça às bruxas contra o Hizmet, movimento baseado na fé e inspirado nas ideias de Fethullah Gulen, que o AKP e Erdogan acusam de estar por de trás do golpe fracassado.

No atual e incessante expurgo pós-golpe, mais de 135.000 pessoas, incluindo milhares entre os militares, foram expurgados devido às suas reais ou supostas conexões ao Hizmet, de acordo com uma declaração do ministro do trabalho em 10 de janeiro. Desde 1º de fevereiro, 89.775 pessoas estavam sendo detidas sem acusação, com mais 43.885 em prisão preventiva.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer