Últimas notícias

Atirador da Reina diz que desistiu de fazer um ataque na Taksim devido à segurança pesada

Atirador da Reina diz que desistiu de fazer um ataque na Taksim devido à segurança pesada
janeiro 18
11:18 2017

Abdulkadir Masharipov, o principal suspeito do massacre de 1º de janeiro na casa noturna Reina em Istambul que foi preso em uma operação policial na noite de segunda-feira, disse que na verdade faria seu ataque na movimentada Praça Taksim de Istambul mas teve que mudar de planos devido a medidas de segurança intensas na área, relatou o jornal Hurriyet na quarta-feira.

Masharipov contou em seu primeiro depoimento logo após sua prisão que recebeu uma ordem para fazer um ataque na Praça Taksim no Dia de Ano Novo vindo de Raqqa, a capital de fato do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIL ou ISIS) na Síria.

Ele enviou a filmagem de reconhecimento que fez em Taksim para Raqqa e eles concordaram sobre Taksim mas tiveram que mudar de planos mais tarde devido a medidas de segurança.

“Na noite do Dia de Ano Novo, eu vim para a Taksim mas haviam mediadas de segurança intensas lá. Pareceu-me impossível fazer um ataque. Eu contatei novamente a pessoa que deu-me a ordem para o ataque. Nós concordamos que a Taksim não era adequada para o ataque. Fui ordenado a procurar um novo alvo na região. Eu entrei em um táxi e dei uma volta ao longo da costa por volta das 10 da noite. A Reina pareceu apropriada para o ataque. Não pareceu haver muita segurança. Eu expliquei isso para a pessoa que me deu a ordem para o ataque. Ele aprovou e quis que eu fizesse o ataque na Reina. Eu voltei para Zeytinburnu de táxi, peguei a arma na casa em que eu estava e fiz o ataque”, disse Masharipov.

Um total de 39 pessoas foram mortas no ataque à Reina que foi realizado com uma arma automática.

Masharipov foi apreendido em uma operação conjunta realizada pela polícia de Istambul e a Organização da Inteligência Nacional (MIT) da Turquia no distrito Esenyurt de Istambul.

Com o codinome Ebu Muhammed El Horasani Abdulkav, ele nasceu no Uzbequistão em 1983 e foi treinado como um militante nos campos da al-Qaeda no Afeganistão e mais tarde se juntou ao ISIS.

Masharipov disse que viajou para a Turquia em janeiro de 2016 através do Irã depois de ter recebido uma ordem para se juntar à guerra na Síria. Ele disse que se estabeleceu na província de Konya, que fica na região central turca, onde recebeu a ordem para fazer um ataque na Taksim.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer