Últimas notícias

Erdogan derruba o último castelo de jornalismo independente na Turquia

Erdogan derruba o último castelo de jornalismo independente na Turquia
novembro 03
10:53 2016

JORNALISMO – Como vocês devem estar acompanhando, há alguns anos, a Turquia passa por uma turbulência quanto às liberdades, por questões políticas e geopolíticas. Liderado por Erdogan, o governo de AKP (Partido de Justiça e Desenvolvimento), que está no mandato há 15 anos, foi uma lição para todos. A tendência autoritária que teve início em 2010 hoje virou pura ditadura e ainda com apoio do povo. Como declarado por Erdogan, a tentativa de golpe que não foi esclarecida até hoje, se tornou um “presente de Deus” para ele implantar a sua ditadura. Nos últimos três meses, mais de 120 mil pessoas foram expurgadas, sendo 75 mil delas presas, incluindo milhares de acadêmicos, juízes e jornalistas. A caça às bruxas ainda continua. Com a constituição suspensa, foram flagrados vários casos de tortura e estupro nas prisões, sem direto a uma defesa no tribunal. No cenário nacional e internacional, a repercussão das violações de diretos humanos na Turquia é quase zero.

Assim como outros milhares de exemplos, temos Can Dundar, o editor chefe do jornal Cumhuriyet, que documentou o envio de armas do governo turco para o Estado Islâmico, tinha sido processado pelo governo turco por espionagem e hoje mora em exílio no exterior. Ele é um dos símbolos da liberdade de imprensa na Turquia. Cumhuriyet, um dos poucos grandes veículos críticos restantes do país foi capturado pelo governo ontem e seus diretores foram presos. Daqui há alguns dias os interventores estatais tomarão controle do jornal e o último castelo do jornalismo independente da Turquia será enterrado.

Não existe mais um pais democrático chamado Turquia. Em vez disso há uma organização mafiosa que manda em um país inteiro.

Eles executam os curdos que buscam seus diretos. Levam refém os filhos e esposas para conseguir prender os dissentes que saíram da Turquia. Fecham os jornais e prendem os jornalistas, acadêmicos e juízes. Eles confiscam os bens dos empresários e distribuem para seus apoiadores. Os historiadores vão recontar estes dias como a maior tragédia da Turquia, com milhões sendo vítimas da paixão por poder de Erdogan.

Por Kamil Ergin, especial para o 247

Saiba mais em:

Turkey detains opposition Cumhuriyet journalists

http://www.bbc.com/news/world-europe-37820442

Fim da liberdades na Turquia

http://vozdaturquia.com/mundo/turquia/2016/09/13/fim-das-liberdades-na-turquia/

Fonte: http://www.brasil247.com/

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Mailer