Últimas notícias
  • Forte terremoto atinge a Grécia, Chipre, Turquia e Egito Um forte terremoto atingiu várias ilhas na Grécia e outras regiões do Mediterrâneo Oriental, incluindo a região sul da Antália na Turquia, bem como cidades no Egito. ...
  • UE diz que Turquia ainda está “recuando” nas reformas e sombria nas chances de adesão O executivo da União Europeia disse na terça-feira que a candidatura da Turquia à adesão ao bloco havia "parado" em meio a sérias deficiências democráticas, em seu relatório anual mais crítico desde que Ancara iniciou as negociações de adesão há 16 anos. ...
  • Embaixada da Turquia nas Filipinas espionou 29 críticos de Erdoğan A Embaixada da Turquia nas Filipinas espionou os cidadãos turcos no país e encaminhou a lista de perfis ilegais para Ancara, o que levou ao lançamento de procedimentos judiciais infundados contra eles, informou o Nordic Monitor, citando documentos legais. ...
  • Lira turca atinge recorde de baixa enquanto Erdogan despede banqueiros centrais A lira turca afundou a uma baixa recorde em relação ao dólar americano na quinta-feira depois que o presidente Recep Tayyip Erdoğan demitiu três membros do banco central em um decreto no meio da noite, informou a Agence France-Presse. ...
  • Condições de trabalho degradantes expulsam médicos da Turquia Milhares de médicos estão deixando a Turquia como resultado dos baixos salários aliados à violência que enfrentam de pacientes zangados e seus familiares, uma situação só agravada pela pandemia do coronavírus e pela crise econômica resultante. ...
  • SADAT, “Exército paralelo” de Erdoğan, pode assassinar dissidentes O notório chefe da máfia turca, Sedat Peker, alegou em uma série de tweets que a SADAT, um grupo paramilitar ligado ao Presidente Recep Tayyip Erdoğan, poderia possivelmente realizar assassinatos de dissidentes que vivem na Turquia e no exterior num futuro próximo, noticiou a mídia local. ...
  • Deputado pede a libertação de paciente com câncer terminal Um deputado do Partido Democrata Popular (HDP), pró-curdo, pediu a libertação imediata de Ayşe Özdoğan, uma mulher criticamente doente que sofre de uma forma rara de câncer e foi enviada para a prisão para cumprir uma sentença de condenação por vínculos com o movimento Hizmet no início deste mês, informou a mídia local. ...
  • Outro Dia, Outro Expurgo no Banco Central da Turquia As cabeças estão rolando no banco central da Turquia, desta vez por não baixar as taxas de juros agressivamente o suficiente. Cortes mais profundos provavelmente virão, talvez logo na próxima semana. Este é um jogo perigoso quando a maior parte do mundo está se movendo na direção oposta. É improvável que uma moeda já maltratada se saia bem, e qualquer fragmento de credibilidade que a política monetária tenha deixado neste icônico mercado emergente será corroído. ...
  • O advogado do Twitter na Turquia tuita discurso de ódio contra o movimento Hizmet O advogado Gönenç Gürkaynak, que representa o Twitter na Turquia, usou de discurso de ódio contra apoiadores do movimento Hizmet numa série de tweets no sábado, perguntando se consideravam exterminar-se a si próprios, informou na segunda-feira o Stockholm Center for Freedom. ...
  • O Alto Custo de uma Turquia Imprevisível Faltando vinte meses para as eleições legislativas e presidenciais na Turquia, o debate político será feroz. O Ocidente poderá optar por não ver a sua relação com Ancara deteriorar-se ainda mais.  ...

O inimigo bate à sua porta

O inimigo bate à sua porta
outubro 14
08:58 2016

O autoritarismo paira sobre a Turquia como um céu de nuvens escuras. A Turquia subestima uma ameaça que está ao seu lado: o Estado Islâmico no Iraque e no Levante (ISIS), como chamam a si próprio após a declaração em Raqqa : o “califado”, Estado Islâmico (EI).

O problema e as atrocidades do ISIS não desaparecem quando a fim de evitar o uso da palavra Islã, o chamamos por seu nome árabe: “Daesh “. Se vamos ou não virar o rosto diante do grande problema que representa o extremismo, ou o ISIS, este é o principal problema sob os ombros do mundo muçulmano. No entanto, ao menos na Turquia, há uma constante negação, como pudemos ver em um dos mais mortais ataques terroristas na história da república, que teve lugar na cidade Ancara em outubro. O ISIS não declarou a autoria do atentado, apesar de todas as provas.

O fato de que o atual governo na Turquia vem acabando com o jornalismo, certamente desempenha um papel no relativo desconhecimento do ISIS pela sociedade. As histórias mais abrangentes e informativas sobre o ISIS vêm dos meios de comunicação ocidentais. Não é preciso viajar para Raqqa, cidade síria secular, para se ter uma visão sobre ISIS. Surgiu uma extensa reportagem no The New York Times, sobre as “noivas do ISIS” que sofreram abusos pelos militantes e que estavam se dirigindo para o sul da Turquia. Mesmo assim, os turcos, tem um conhecimento muito distante da realidade, de acordo com relatos dos estrangeiros, as movimentações do ISIS acontecem dentro de nossas fronteiras.

Após os ataques de Paris, que para alguns, reavivou o “choque de civilizações” em meio a crescentes temores de extremismo no Ocidente, as objeções – por vezes acompanhadas raivosamente – estão em ascensão com aqueles que dizem “este não é o verdadeiro Islã. “no entanto, apesar da gravidade das atrocidades do ISIS, poucas condenações a eles, se ouviram por parte dos países muçulmanos. Também deveria ser debatido, se as vozes contra o extremismo são altas o suficiente para serem ouvidas pelo mundo islâmico. No entanto, um fato bastante curioso torna-se evidente quando se analisa os estilos de vida dos terroristas ISIS, que dizem agir em nome de Deus: Quase nenhum deles são realmente religiosos! Pelo contrário, como foi visto com os autores dos ataques de Paris, alguns frequentam bares gays e usam álcool e drogas. E certamente não são muçulmanos praticantes.

Aparentemente, existem redes do ISIS que fornecem imigrantes que possuem uma identidade presa em diferentes civilizações, sentimentos de pertença e poder.

É claro que seria reducionista a explicação a respeito das atrocidades do ISIS, pela simples afirmação de falta de ideologia e piedade. O apelo inicial do ISIS para muitos dos jovens imigrantes da segunda geração, devem ser analisados cuidadosamente. Quando você assistir a documentários feitos por meios de comunicação, como a do VICE, perceba que alguns dos recrutas que vão para Raqqa vivem o sonho de uma “era de felicidade”, um califado uma imitação vivida pelos profetas. Neste exato momento, é essencial notarmos que os textos sagrados não devem ser interpretados com base exclusivamente no seu sentido literal, mas sim, através do contesto em que eles nasceram.

É muito importante que os estudiosos islâmicos apareçam claramente para denunciar o extremismo, como faz por exemplo Fethullah Gulen. Lembrar a todos que o Islã considera a morte de um indivíduo inocente, como a matança de toda a humanidade. Como Gulen enfatizou em um artigo recente do Wall Street Journal, os muçulmanos não devem refugiar-se como vítima para erradicar o radicalismo. Acho surpreendente que na Turquia, muitos daqueles que perguntam pelo verdadeiro Islã, não são capazes de ver como o movimento Hizmet, inspirado por Fethullah Gulen, tem se destacando com seu compromisso na educação e na convivência pacífica. Nada mais é do que falta de visão. Aqueles que se familiarizaram com o movimento Hizmet são plenamente capazes de ver os recursos que o movimento oferece. Eles não são afetados pela “Hizmetfobia” um estigma que o Hizmet vive hoje na Turquia.

ISIS continuará a ser uma dor de cabeça para a Turquia e os muçulmanos nos dias que estão por vir. O remédio para este problema reside em primeiro lugar em se levar a sério o que esta acontecendo, através de um diagnóstico preciso. Infelizmente parece ter sido tarde demais para a Turquia reconhecer o inimigo bate à sua porta.

por Sevgi Akarçeşme, para o jornal Zaman em 28 de novembro de 2015.

Fonte: http://fgulen.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer