Últimas notícias

Erdogan quer referendo sobre acordo Turquia-UE

Erdogan quer referendo sobre acordo Turquia-UE
junho 23
15:33 2016

O Presidente Recep Tayyip Erdogan disse que a Turquia pode fazer um referendo quanto a encerrar ou continuar negociações com a União Europeia (UE).

Erdogan comentou sobre as negociações da acensão da Turquia à UE durante uma cerimônia de graduação da Universidade Fundação Fatih Sultan Mehmet na quarta-feira. “Da mesma forma que o Reino Unido, poderíamos perguntar ao nosso povo se continuamos ou encerramos as negociações com a UE”, disse Erdogan.

A Turquia não está atrás de viagens sem visto ou do reenvio, [para o território turco, de migrantes que chegam à Grécia]. Contudo, vocês estão atrás da Turquia no momento. Estão pensando no que aconteceria se a Turquia abrisse os portões e deixassem os refugiados passarem. Estão perdendo sua compostura porque Erdogan arranca suas máscaras e revela suas verdadeiras, horrendas faces. É por isso que estão pensando em formas de se livrarem de Erdogan. … Europa, vocês não nos querem apenas porque a maioria de nosso povo é muçulmana”, acrescentou Erdogan.

As afirmações de Erdogan vieram depois que o Presidente da Comissão Europeia Jean-Claude Juncker disse que a única pessoa no caminho das viagens sem visto da Turquia para a UE era Erdogan. “Se os turcos não podem viajar para a UE sem um visto no momento, isso é porque não preencheram os critérios necessários. Se Erdogan quebrar o acordo, ele tem que explicar para seu povo porque não podem viajar para a UE [sem um visto]”, disse Juncker.

Martin Schulz, o Presidente do Parlamento Europeu (PE), disse recentemente que o processo que leva à viagem sem visto para os cidadãos turcos, que era parte do acordo dos migrantes entre a Turquia e a UE, parou devido a atos autoritários do Presidente Erdogan.

O acordo de 18 de março estabelece medidas para estancar a pior crise migratória da Europa desde a Segunda Guerra Mundial, incluindo fiscalizações reforçadas pela Turquia e o reenvio para o território turco de migrantes que chegam à Grécia.

Em troca, está planejado para a Turquia receber benefícios, incluindo viagens sem visto para seus cidadãos à Europa, que no acordo está prometida “para no máximo” até junho de 2016.

A Turquia também está para receber até o fim de 2018 um total de seis bilhões de euros em ajuda financeira pelos mais de 2,7 milhões de refugiados sírios que está hospedando.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer