Últimas notícias

Sete policiais morrem em ataque com carro-bomba no sudeste da Turquia

Sete policiais morrem em ataque com carro-bomba no sudeste da Turquia
Março 31
21:24 2016

Carro com explosivo atinge veículo da polícia na província de Diyarbakir, sete policiais morrem, 13 policiais e 14 civis ficam feridos.

Pelo menos sete policiais morreram e outras 27 pessoas -13 policiais e 14 civis- ficaram feridas na quinta-feira à noite na província de Diyarbakir na Turquia após um carro com explosivo ser detonado quando um veículo blindado da polícia estava passando.

Uma forte explosão foi ouvida perto do terminal de ônibus interurbanos de Diyarbakir quando um veículo que transportava policiais de operações especiais estava retornando de uma patrulha de rotina, de acordo com fontes de segurança.

O escritório do Ministério Público de Diyarbakir, encarregado de investigar o ataque, disse que suspeita que um carro-bomba estacionado foi detonado quando o veículo de operação das forças especiais da polícia estava passando.

Diversos carros perto do local da explosão, o terminal de ônibus interurbanos e outros edifícios também foram danificados.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou o ataque mortal e disse que “o terrorismo mostrou novamente sua face ruim.”

“A determinação de nossas forças de segurança, se Deus quiser, colocará um fim” ao terrorismo, disse ele em um discurso no Instituto Brookings. O Presidente Erdogan está atualmente nos Estados Unidos para uma cúpula de segurança nuclear.

O ataque ocorreu um dia antes da visita prevista do primeiro-ministro turco Ahmet Davutoglu a cidade para oração de sexta-feira. Ele iria realizar a oração de sexta-feira em Diyarbakir esta semana, como ele se comprometeu visitar todas as cidades do sudeste do país a cada semana.

Três ministros turcos – Ministro de Desenvolvimento Cevdet Yilmaz, Meio Ambiente e Planejamento Urbano Fatma Güldemet Sari, e o ministro da Cultura Mahir Unal também estavam na cidade quando o ataque ocorreu.

O PKK – listado como uma organização terrorista pelos EUA e a UE – retomou sua campanha armada de 30 anos contra o Estado turco em julho de 2015.

Fonte: Agências

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Mailer