Últimas notícias

EUA exorta Turquia a desescalar a situação e a diminuir a violência em Afrin

EUA exorta Turquia a desescalar a situação e a diminuir a violência em Afrin
janeiro 24
13:16 2018

A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert, na terça-feira, pediu à Turquia que desescalar a situação na região de Afrin, ao norte da Síria, onde quatro dias atrás as forças armadas turcas lançaram uma ofensiva contra posições mantidas pelos curdos, exortando por uma diminuição da violência na região.

“Pedimos à Turquia que desescalar a situação [em Afrin], não um aumento, mas uma diminuição na violência”, disse Nauert.

Respondendo a uma pergunta de um repórter sobre se os pedidos dos EUA à Turquia para moderação em Afrin haviam sido acatados, Nauert disse: “Nós estamos realmente muito preocupados com isso”.

Afrin, até agora, tem estado relativamente estável, disse ela, acrescentando que “pedimos a todas as partes que permaneçam focadas” na luta contra o Estado Islâmico no Iraque e na Síria (ISIS ou ISIL). Se recursos forem desviados para uma batalha com os curdos, disse ela, então atenção está sendo retirada dos esforços para se derrotar o ISIS / ISIL.

A Turquia é uma importante aliada da OTAN, de acordo com Nauert, e os EUA compreende completamente as preocupações da Turquia com diferentes organizações terroristas e com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

A Turquia, no sábado, lançou a Operação Ramo de Oliveira em Afrin contra posições das Unidades de Proteção Popular (YPG), um componente do Partido da União Democrática (PYD) curdo, considerado pelas autoridades em Ancara como sendo uma extensão do ilegal PKK, que tem travado uma guerra há décadas contra o estado turco.

As Forças Armadas Turcas buscam estabelecer uma zona segura de 30 quilômetros em Afrin durante a operação em que dois soldados turcos morreram em quatro dias de luta.

O Secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, se reuniu com o Ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, em Paris na terça-feira, disse Nauert, acrescentando que os detalhes das conversas não estavam disponíveis ainda.

Tillerson contou aos repórteres em seu avião, na segunda-feira, que “… estamos no meio de conversas com os turcos e também com algumas das forças na região para descobrirmos como estabilizar essa situação e atender às preocupações legítimas da Turquia quanto a sua segurança”, dizendo que os EUA tentariam trabalhar com o Turquia para criarem o tipo de zona de segurança que a Turquia possa precisar.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer