Últimas notícias

Grécia está criando um escudo para combater a ameaça dos drones da Turquia 

Grécia está criando um escudo para combater a ameaça dos drones da Turquia 
setembro 04
01:24 2022

A crescente tensão causada pelos veículos aéreos não tripulados (UAVs ou drones) turcos, que lideraram as provocações de Ancara no Egeu nos últimos meses, tornou-se um ponto focal da atenção não apenas das Forças Armadas da Grécia, mas também da política externa. 

Esta preocupação tem sido exacerbada por seu uso cada vez maior para a violação do espaço aéreo nacional da Grécia com voos sobre ilhas gregas. 

Eles também constituem um item exportável na África, Ásia e Europa. O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan enfatizou que as forças armadas do país estão presentes em todos os lugares “com nossos veículos aéreos não tripulados”. 

Em resposta a estas ameaças, o Ministério da Defesa grego está procurando proteger o mar Egeu da invasão provocada pelos UAVs, com contramedidas implantadas nas ilhas. 

Segundo o Ministro da Indústria turco, Mustafa Varank, as forças armadas de Turquia possuem pelo menos 200 UAVs. 

Na segunda-feira, o diretor da empresa Baykar, Selçuk Bayraktar, que também é genro do Erdoğan, apresentou o “Kızıl Elma” (Red Apple), modelo do novo caça não tripulado que a Turquia está preparando, que deverá fazer seu primeiro voo em março de 2023. 

O mais importante caça não tripulado, e talvez o mais bem sucedido, é considerado o Bayraktar TB2. 

Pelo menos 300 aviões desse tipo foram produzidos e as forças de segurança turcas têm cerca de 180 deles. Eles são usados para ataques direcionados contra tanques e veículos blindados de combate. O sucesso da exportação dessas aeronaves não tripuladas é impressionante, pois foram vendidas ou destinadas ao Azerbaijão, Ucrânia, Qatar, Líbia, Turcomenistão, Nigéria e Paquistão, e há relatos de remessas para a Etiópia, Djibuti e Quirguistão. A Polônia encomendou 24 Bayraktar TB2s. 

Esses drones provaram sua capacidade de lutar em Nagorno-Karabakh, dando ao Azerbaijão a liderança em uma guerra com a Armênia pelo território disputado, bem como com os ataques ucranianos às forças russas. 

O Bayraktar Akıncı é a segunda aeronave não tripulada da empresa, que tem a capacidade de transportar tanto sistemas de armas terra-ar como de ar-ar. 

Esta aeronave também tem sido utilizada pelas forças armadas do Paquistão. É considerada particularmente bem-sucedida nas missões da Turquia contra o PKK. 

A Indústria Aeroespacial Turca (TUSAŞ) também está envolvida na produção de aeronaves como o Anka, das quais cerca de 40 foram entregues até o momento, com outros oito pendentes para a Tunísia e outros três para o Cazaquistão. Também está construindo o Aksüngür. 

(Esta história foi originalmente publicada pelo jornal Kathimerini e é reproduzida com permissão). 

Fonte: Greece creating shield to counter Turkey’s drone threat | Ahval (ahvalnews.com)  

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer