Últimas notícias

Grécia pede apoio da OTAN contra a Turquia por acordo marítimo na Líbia

Grécia pede apoio da OTAN contra a Turquia por acordo marítimo na Líbia
dezembro 03
11:14 2019

O primeiro-ministro da Grécia disse no domingo que iria pedir a outros membros da Otan na cúpula da aliança em Londres que apoiassem a Grécia diante das tentativas da Turquia de invadir a soberania grega, especialmente o acordo da semana passada com a Líbia delineando as fronteiras marítimas no Mediterrâneo, informou a Associated Press .

Kyriakos Mitsotakis disse ao congresso do partido conservador Nova Democracia no domingo que a Otan não pode permanecer indiferente quando um de seus membros “viola flagrantemente o direito internacional” e que uma abordagem neutra é em detrimento da Grécia, que nunca tentou aumentar as tensões na área. .

Chipre, Egito e Grécia condenaram o acordo líbio-turco como contrário ao direito internacional. Os ministros das Relações Exteriores do Egito e da Grécia, Sameh Shoukry e Nikos Dendias, discutiram a questão no domingo no Cairo.

O porta-voz Ahmed Hafez disse em comunicado após a reunião que os dois ministros concordaram que o acordo Turquia-Líbia era “ilegal” e que o primeiro-ministro líbio Fayez Sarraj não tem o direito de assinar memorandos com outros países fora (do escopo de) o acordo mediado pela ONU que estabeleceu seu governo.

“Concordamos que Sarraj provavelmente não tem mandato para assinar [os dois acordos com a Turquia], que de qualquer forma funcionam como fatores desestabilizadores na área”, disse Dendias após a reunião. “Também concordamos com Shoukry em acelerar as negociações entre as equipes de especialistas para definir e delinear as Zonas econômicas exclusivas entre a Grécia e o Egito”, acrescentou Dendias.

Enquanto a Grécia e o Egito ficam um em frente ao outro no Mar Mediterrâneo, assim como a Grécia e a Turquia, a Líbia fica geograficamente mais distante da Turquia, e as águas entre os dois países são principalmente entre a Grécia e o Egito.

O acordo Turquia-Líbia aumentou a tensão em uma disputa em curso com a Grécia, Chipre e Egito sobre direitos de perfuração de petróleo e gás no Mediterrâneo oriental.

A Turquia não reconhece Chipre como um estado – mas reconhece uma entidade cipriota turca separatista, o único país a fazê-lo – e está realizando perfuração exploratória de gás, em águas onde a nação insular dividida etnicamente tem direitos econômicos exclusivos.

Ancara diz que está defendendo seus direitos e os dos cipriotas turcos nas reservas regionais de energia.

Fonte: https://www.turkishminute.com/2019/12/01/greece-to-seek-nato-support-against-turkey-over-libya-maritime-deal-report/

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer