Últimas notícias

Atentado em Nice na França mata 84

Atentado em Nice na França mata 84
julho 15
10:49 2016

Oitenta-e-quatro pessoas foram mortas e mais de 100 foram feridas na quinta-feira à noite, quando um caminhão grande passou por cima de uma multidão que celebrava o Dia da Bastilha em Nice, França, em o que o Presidente François Hollande chamou de ataque terrorista.

É relatado que o motorista atirou contra a multidão antes de dirigir por dois quilômetros pela pela avenida “Promenade des Anglais” em Nice, esmagando as pessoas que tinham se reunido para assistir aos fogos de artifício que eram parte das celebrações de 14 de julho.

Pierre-Henry Brandet, porta-voz do Ministério do Interior francês, disse que a polícia atirou e matou o motorista, que era um franco-tunisiano de 31 anos nascido na Tunísia. Relata-se que armas de fogo, explosivos e granadas foram encontradas no caminhão.

Um fonte supostamente contou à Reuters que o perpetrador do ataque não estava na lista de suspeitos dos serviços de inteligência franceses mas que era conhecido da polícia em conexão com crimes contra o direito comum tais como roubo e violência.

O presidente francês François Hollande falou no Palácio Élysée em Paris, dizendo que o “caráter terrorista” do ataque em Nice não pode ser negado.

Hollande anunciou que o governo pediria uma extensão de três meses do já existente estado de emergência, que foi colocado em prática logo após os ataques de Paris em novembro de 2015, estendido várias vezes e que deveria expirar em 26 de julho.

Até agora, nenhum grupo terrorista alegou responsabilidade pelo ataque.

O Ministério das Relações Exteriores turco soltou uma declaração e condenou o ataque terrorista. “A Turquia está em total solidariedade com a França na luta contra o terrorismo. Estamos determinados em continuar a combater esses vagabundos juntos. Antes de qualquer coisa, o terrorismo é a violação dos direitos humanos e dos valores universais”, acrescentou a declaração.

O Presidente Recep Tayyip Erdogan também disse que condenava o ataque veementemente e acrescentou: “Esperamos que todos os que adotam uma atitude hesitante quanto ao terrorismo tomem as lições necessárias desse ataque contra a França”.

O Primeiro-Ministro Binali Yildirim desejou a misericórdia de Deus sobre os que perderam suas vidas no ataque e uma rápida recuperação aos feridos. “O terrorismo é um crime contra a humanidade e ninguém tem como saber qual será o seu próximo alvo”, destacou Yildirim.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer