Últimas notícias
  • CoE insta “fortemente” as autoridades turcas a liberar Demirtaş O Comitê de Ministros do Conselho da Europa adotou na quinta-feira uma resolução provisória "instando fortemente" as autoridades turcas a assegurar a libertação imediata do líder curdo preso Selahattin Demirtaş....
  • A crise monetária da Turquia Após a demissão do ministro das finanças e sua substituição por um lealista em 2 de dezembro, a lira turca continuou seu declínio constante em relação ao dólar, elevando suas perdas do ano para quase 50%. A moeda turca está novamente sob ataque especulativo, semelhante aos episódios anteriores em julho de 2018 e outubro de 2020. Os cortes antecipados do Banco Central da República da Turquia (CBRT) na taxa de câmbio desde setembro resultaram em um êxodo de capital estrangeiro e em uma corrida na demanda por divisas entre os investidores domésticos. Enquanto isso, os preços globais de commodities e energia permanecem altos (apesar da recente queda nos preços do petróleo), e as expectativas em relação à inflação se deterioraram significativamente, levando a taxa de câmbio TL a cair de 8,30 para 13,60 para o dólar em menos de três meses....
  • Turquia aumentará sua presença na INTERPOL, diz membro recém-eleito do Comitê Executivo A Turquia aumentará sua presença na INTERPOL aumentando seu número de oficiais de ligação na Secretaria Geral e nomeando mais candidatos para cargos superiores dentro da organização, disse na quinta-feira Selçuk Sevgel, membro recém-eleito do Comitê Executivo da INTERPOL, em entrevista à agência estatal de notícias Anadolu, informou o Stockholm Center for Freedom....
  • Papa pede por cura em um Chipre dividido, arcebispo ortodoxo ataca a Turquia Papa encontra os líderes cristãos ortodoxos de Chipre. Pede por cura na ilha dividida. Líder cipriota turco convida papa a visitar o norte. Muitos dos participantes da missa são filipinos que trabalham no Chipre...
  • Ministro das finanças da Turquia, Lutfi Elvan, demite-se em meio à crise monetária O Ministro das Finanças e do Tesouro da Turquia, Lutfi Elvan, renunciou em meio a uma forte queda da lira turca, de acordo com um decreto presidencial emitido no jornal oficial turco na quinta-feira....
  • Documentário sobre femicídios na Turquia é a indicação ao Oscar do Reino Unido Um documentário relatando os esforços dos ativistas que trabalham para acabar com a violência contra as mulheres na Turquia foi escolhido como a entrada oficial do Reino Unido para a categoria de Melhor Longa Metragem Internacional no Oscar....
  • Homem sequestrado pela inteligência turca forçado a testemunhar contra deputados da oposição Segundo Gergerlioğlu, Yasin Ugan foi forçado a testemunhar sob tortura que os dois deputados eram filiados ao movimento Hizmet, um grupo baseado na fé inspirado nos ensinamentos do clérigo turco Fethullah Gülen, que tem sido alvo do presidente turco Recep Tayyip Erdoğan desde as investigações de corrupção de 17-25 de dezembro de 2013, que implicaram o então primeiro-ministro Erdoğan, seus familiares e seu círculo interno....
  • 8 morrem em fortes tempestades que assolaram o oeste da Turquia As províncias do oeste da Turquia, incluindo a cidade mais populosa do país, Istambul, foram duramente atingidas por condições climáticas adversas, com oito pessoas morrendo como resultado de acidentes relacionados ao clima em três províncias, noticiou a mídia turca na terça-feira....
  • Autoridades na Turquia investigam avisos de escassez de medicamentos após queda da lira As autoridades turcas estão sondando as discrepâncias entre os registros e os estoques reais de alguns medicamentos, disse o Ministério da Saúde na terça-feira, depois que consumidores, farmácias e chefes de indústria advertiram sobre as interrupções nos fornecimentos devido a uma queda da moeda....
  • “Nosso dinheiro não tem valor”: Aumenta a frustração na Turquia com a crise de Lira A insistência do Presidente Recep Tayyip Erdogan em direcionar a política monetária e manter as taxas de juros baixas está drenando a confiança, dizem os economistas....

A Normalização das Relações Entre a Turquia e Israel

A Normalização das Relações Entre a Turquia e Israel
julho 09
17:18 2016

Por Marli Barros Dias

As relações entre a Turquia e Israel ficaram abaladas há seis anos, quando uma flotilha com ativistas turcos pró-Palestina tentou romper o bloqueio naval de Israel à Faixa de Gaza para levar ajuda humanitária ao enclave palestino. Na ocasião, fuzileiros israelenses entraram em confronto com os ocupantes das embarcações e 10 turcos foram mortos. Desde então, os dois países interromperam um período de importantes colaborações, principalmente na área da Defesa. Após esta fase de desacertos no campo da cooperação e da diplomacia, em 28 de junho, o Subsecretário de Relações Exteriores da Turquia, Feridun Sinirlioglu, em Ancara, e o Diretor-Geral do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Dori Gold, em Jerusalém, assinaram um acordo para a retomada e normalização das relações bilaterais. Israel sinalizou o interesse em descongelar a desavença com a Turquia, cumprindo com duas das três exigências feitas pelo Presidente turco, Recep Tayyip Erdoğan. Em 2013, Benjamin Netanyahu, o Primeiro-Ministro israelense, pediu desculpas pelo episódio envolvendo a flotilha e, em 2015, concordou em indenizar as famílias das vítimas. A terceira condição imposta pelo Governo turco refere-se ao levantamento do bloqueio à Faixa de Gaza. Em contrapartida, Israel exigiu, para o cumprimento desta medida, a expulsão, do território turco, de pessoas ligadas ao Hamas. Ancara, por sua vez, se comprometeu a não permitir que os insurgentes do Hamas pratiquem ações contra Israel a partir da Turquia e, também, a expulsar os chefes do grupo insurgente do território turco.

A retomada do entendimento entre a Turquia e Israel é um ponto fundamental para ambos os lados. No momento em que o Oriente Médio está passando por turbulência e uma reconfiguração geopolítica, estes dois países são, hoje, as duas únicas posibilidades válidas, em termos de cooperação regional, fato que não tem passado despercebido a nenhuma das partes. Para Israel, a reaproximação com a Turquia, que já foi o seu “principal aliado muçulmano”, é o reatar dos laços com um parceiro viável em termos de colaboração e troca de informações mas, sobretudo, naquilo que envolve as tensões com o Irã e a abertura de mercado para o escoamento de gás natural através da conexão com a Turquia e sua rede de gasodutos para a Europa. Mesmo que as relações entre os dois países não alcancem os níveis anteriores, segundo Arda Mevlutoglu, especialista em indústria da Defesa, “Ancara e Tel Aviv têm percepções semelhantes relativamente às ameaças e posicionamento de forças na região. Isso pode ajudar na formação de uma nova equação geopolítica para o Mediterrâneo Oriental, facilitando o contrabalanço do peso do Irã na região”. Por outro lado, a Turquia está enfrentando problemas tanto internos, quanto externos no plano das ameaças e da Segurança. O país encontra-se isolado, na região, debatendo-se com uma crise política que abarca a Síria e a Rússia, e não tem recebido uma resposta adequada por parte dos EUA e da OTAN. Neste contexto, Israel poderá ser um interveniente importante na preservação das relações entre a Turquia e os EUA e na normalização do relacionamento com a Rússia.

As dificuldades que a Turquia enfrenta, em termos regionais, fizeram, de acordo com informações, com que as Forças Armadas turcas pressionassem os dirigentes políticos para a assinatura do acordo com Israel. Consoante um dirigente turco da área de Segurança, que pediu para não ser identificado, “Ancara, devido ao seu isolamento preocupante na região, e com o apoio inadequado dos EUA e da OTAN, não tinha escolha senão se voltar para Israel para a cooperação militar e de segurança”. Independentemente da importância da normalização das relações entre a Turquia e Israel, os aspectos norteadores que definiram, de fato, a assinatura do acordo, revelam um Oriente Médio dividido e a necessidade do estabelecimento de alianças regionais ante um panorama político indefinido e com raras opções para a criação de parcerias credíveis. Deste modo, a Turquia e Israel se estão assumindo como o contrapeso entre os países da região, que se acham perante um futuro marcado pela insegurança e por um cenário geral impreciso.

——————–

Imagem:

“Lady Leyla”, navio de bandeira panamiana, chega ao porto de Ashdod, Israel, em 3 de julho de 2016, transportando ajuda humanitária turca para Gaza.

(Fonte):

http://wtop.com/wp-content/uploads/2016/07/Mideast-Israel-Turkey-1880×1254.jpeg

——————–

Publicado em: http://www.jornal.ceiri.com.br/

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer