Últimas notícias

Homem preso por ligações com Hizmet morre um dia antes do previsto para sua libertação

Homem preso por ligações com Hizmet morre um dia antes do previsto para sua libertação
agosto 17
23:53 2022

Ramazan Açıkgöz, que foi condenado por supostos vínculos com o movimento Hizmet, morreu de um ataque cardíaco na terça-feira à noite, um dia antes de ser libertado da prisão, informou o site de notícias Bold Medya. 

Açıkgöz, 54 anos, foi preso logo após uma tentativa de golpe na Turquia em 15 de julho de 2016 e foi julgado, condenado e sentenciado a nove anos e quatro meses de prisão. Ele tinha sido elegível para a liberdade condicional e deveria ser libertado hoje (17). O pai de três filhos havia sido encarcerado na mesma prisão que seu filho, que também foi preso com acusações semelhantes. 

De acordo com sua família, Açıkgöz não tinha sofrido de nenhuma doença crônica, mas contraiu duas vezes a COVID-19. No primeiro caso, ele ficou gravemente doente e teve que ser hospitalizado. 

O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan tem como alvo os seguidores do movimento Hizmet, inspirado nos ensinamentos do clérigo turco muçulmano Fethullah Gülen, desde as investigações de corrupção de 17-25 de dezembro de 2013, que implicaram o então primeiro-ministro Erdoğan, seus familiares e seu círculo interno. 

Descartando as investigações como um golpe e conspiração do Hizmet contra seu governo, Erdoğan designou o movimento como uma organização terrorista e começou a alvejar seus membros. Ele intensificou a repressão ao movimento após um golpe de Estado abortado que acusou o Hizmet de ser o mestre. Gülen e o movimento negam fortemente o envolvimento na tentativa de golpe ou em qualquer atividade terrorista. 

De acordo com uma declaração do Ministro do Interior turco, um total de 332.884 pessoas foram detidas, das quais 101.000 foram presas e detidas devido a supostos vínculos com o movimento Hizmet desde o golpe fracassado. 

Fonte: Man imprisoned on Gülen links dies a day before scheduled release – Stockholm Center for Freedom (stockholmcf.org)  

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer