Últimas notícias

Família de detento com câncer em estágio tardio insta as autoridades a libertá-lo antes que seja tarde demais

Família de detento com câncer em estágio tardio insta as autoridades a libertá-lo antes que seja tarde demais
janeiro 06
19:25 2022

A família de Yusuf Özmen, um paciente com câncer em estágio 4 que permanece na prisão apesar de um relatório hospitalar dizendo que ele está quase totalmente incapacitado, pediu às autoridades que o liberassem antes que seja tarde demais, informou o Stockholm Center for Freedom na terça-feira, citando o site de notícias Bold Medya.

A esposa de Özmen, Aynur Özmen, compartilhou os mais recentes relatórios hospitalares de seu marido, que indicavam que um tumor em um de seus pulmões havia crescido. “Relatórios hospitalares dizem que o encarceramento de meu marido deveria ser adiado”, disse ela. “O que as autoridades estão esperando? Ele está sendo condenado à morte”.

Um relatório médico assinado por 40 médicos disse que Özmen não estava apto a permanecer na prisão. Entretanto, o Conselho de Medicina Legal da Turquia (ATK) emitiu outro relatório de saúde em abril, dizendo que ele poderia permanecer encarcerado. O relatório acrescentou que o instituto deveria ser consultado se a saúde de Özmen continuasse a se deteriorar.

Como o número de prisioneiros doentes morrendo na prisão aumentou, aumentaram as dúvidas sobre a credibilidade e independência do conselho, já que a instituição está afiliada ao Ministério da Justiça.

Özmen foi hospitalizado em agosto, quando seu ritmo cardíaco aumentou para 200 bpm, após o que foi colocado sozinho em uma cela de quarentena.

Özmen foi preso por supostos vínculos com o movimento Hizmet. Ele foi acusado de usar o aplicativo de smartphone ByLock e condenado a oito anos e nove meses de prisão. A sentença foi mantida pelo Supremo Tribunal de Recursos e ele está atualmente em uma prisão no leste da província de Erzurum.

A Turquia tem considerado o ByLock, uma vez amplamente disponível online, uma ferramenta secreta de comunicação entre os partidários do movimento Hizmet desde uma tentativa de golpe em julho de 2016, apesar da falta de qualquer prova de que as mensagens ByLock estavam relacionadas ao golpe abortivo, levando à prisão de milhares de pessoas que o estavam usando.

O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan tem como alvo os seguidores do movimento Hizmet, inspirado pelos ensinamentos do pregador islâmico Fethullah Gülen, desde as investigações de corrupção de 17-25 de dezembro de 2013, que implicaram o então primeiro-ministro Erdoğan, seus familiares e seu círculo interno.

Descartando as investigações como um golpe e conspiração do Hizmet contra seu governo, Erdoğan designou o movimento como uma organização terrorista e começou a alvejar seus membros. Ele intensificou a repressão ao movimento após o golpe abortado em 2016 que ele acusou Gülen de ser o mestre. Gülen e o movimento negam fortemente o envolvimento no golpe abortado ou em qualquer atividade terrorista.

Ativistas de direitos humanos e políticos da oposição criticaram frequentemente as autoridades por não liberar prisioneiros gravemente doentes para que pudessem buscar um tratamento adequado. O defensor dos direitos humanos e deputado do Partido Democrata Popular (HDP), Ömer Faruk Gergerlioğlu, disse que os prisioneiros doentes não foram libertados até que não houvesse retorno.

De acordo com a Associação de Direitos Humanos (İHD), em junho de 2020 havia mais de 1.605 detentos doentes em prisões turcas, dos quais aproximadamente 600 estavam gravemente enfermos. Embora a maioria dos pacientes gravemente enfermos tivesse relatórios forenses e médicos que os consideravam inaptos para permanecer na prisão, eles não foram libertados. As autoridades se recusam a libertá-los com o argumento de que representam um perigo potencial para a sociedade. Nos primeiros oito meses de 2020, cinco prisioneiros gravemente doentes faleceram porque não foram libertados a tempo de receber tratamento médico adequado.

Fonte: Family of inmate with late stage cancer urges authorities to release him before it’s too late – Turkish Minute

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer