Últimas notícias

702 detidos em uma semana por supostas ligações com Gülen

702 detidos em uma semana por supostas ligações com Gülen
abril 17
10:31 2018

Um total de 702 pessoas foram detidas na semana passada devido a supostas ligações com o movimento Gülen, que é baseado na fé, anunciou o Ministério do Interior da Turquia na segunda-feira.

A polícia deteve 20 pessoas, incluindo seis mulheres, em quatro províncias no domingo, como parte das investigações sobre o movimento Gülen realizadas pelo Ministério Público de Adana.

Cerca de 1.034 pessoas, incluindo 274 militares, foram detidas nas primeiras duas semanas de abril devido a suspeitas deligações com o movimento, informou a agência de notícias estatal Anadolu.

Cento e vinte e cinco dos detidos foram presos por um tribunal, acusado de pertencer ao movimento Gülen e colocados em prisão preventiva.

A polícia turca deteve um total de 8.188 pessoas por supostas ligações com o movimento nos primeiros três meses de 2018.

O Presidente Recep Tayyip Erdoğan e o governo do seu Partido do Desenvolvimento e Justiça (AKP) realizaram uma repressão ao movimento Gülen após operações de corrupção em dezembro de 2013, em que o círculo interno do governo e o então Primeiro Ministro Erdoğan foram implicados.

Erdoğan também acusa o movimento Gülen de planejar uma tentativa fracassada de golpe na Turquia em 15 de julho de 2016.

Apesar do movimento negar fortemente o envolvimento no golpe fracassado, Erdoğan lançou uma caça às bruxas visando o movimento após a tentativa de golpe.

Um total de 62.895 pessoas foram detidas em 2017 como parte das investigações sobre o movimento, de acordo com relatórios do Ministério do Interior.

O ministro do Interior da Turquia, Süleyman Soylu, disse em 5 de janeiro que 48.305 pessoas foram presas apenas em 2017 por causa das ligações do movimento Gülen.

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer