Últimas notícias

Jornalista pró-governo: Seguidores de Gulen devem ser forçados a cometer suicídio

Jornalista pró-governo: Seguidores de Gulen devem ser forçados a cometer suicídio
março 27
15:46 2018

O jornalista pró-governo e escritor Fazil Duygun convocou as autoridades a forçarem as pessoas presas por supostas ligações ao Movimento Gulen a cometerem suicídio.

“Os apoiadores da FETO devem ser forçados de uma forma apropriada a cometerem suicídio porque essas pessoas vis não parecem se comportar sensatamente a menos que morram,” tuitou ele na segunda-feira.

A conta de Duygun no Twitter foi suspensa no final daquele dia, mas ele disse que continuará tuitando através de outra conta.

O governo turco culpa o Movimento Gulen pelo golpe fracassado em 2016 e chama ele de FETO, abreviação para Grupo Terrorista de Fethullah.

O Movimento nega envolvimento no golpe e em quaisquer atividades terroristas.

Mais de 160.000 pessoas foram levadas sob custódia, das quais 60.000 foram colocadas em detenção preventiva por supostas ligações com Gulen desde o meio de 2016.

De acordo com um relatório de 2017 pelo grupo de monitoramento baseado na Suécia Stockholm Center for Freedom (SCF), pelo menos 53 se mataram tanto dentro quanto fora da prisão em o que ele chama de mortes suspeitas logo após do golpe fracassado de 15 de julho de 2016.

Os parentes da maioria deles alegam que os detentos não eram o tipo de pessoas que teriam cometido suicídio, jogando dúvida sobre a narrativa oficial. Dizem os rumores que alguns dos detentos foram mortos depois de terem sido sujeitos a tortura sob custódia. (Turkey Purge)

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer