Últimas notícias

Prefeito turco sugere que Gulen esteja tramando um terremoto para prejudicar a economia

Prefeito turco sugere que Gulen esteja tramando um terremoto para prejudicar a economia
Março 10
16:28 2017

O prefeito de Ancara sugeriu no começo de fevereiro que o clérigo radicado nos EUA e que foi culpado pelo golpe fracassado do ano passado possa agora estar tramando um terremoto, com ajuda de poderes estrangeiros, para prejudicar a economia turca.

Melih Gokcek, do partido AKP, o mesmo do Presidente Erodgan, disse que investigações precisavam ser realizadas sobre um “veículo sísmico” que estivera nas vizinhanças de Canakkale, cidade costeira do Mar Egeu, na segunda-feira, quando um pequeno terremoto atingiu a área, o mais recente uma série de tremores nos últimos dias.

“Não importa o que digam, ainda estou preocupado com a possibilidade de um terremoto artificial”, escreveu ele no Twitter, acrescentando que a “Organização Terrorista Gulenista” (FETO) havia planejado um terremoto antes.

“O plano deles fracassou depois que a estratégia foi revelada ao público naquela época. Mas atualmente eles estão tentando originar uma crise econômica com a ajuda de um grande terremoto (artificial)”, escreveu ele em inglês.

A Turquia culpa a rede do clérigo muçulmano Fethullah Gulen pelo golpe fracassado de julho passado, quando quase 250 pessoas foram mortas conforme soldados dirigiam tanques e caças em uma tentativa de tomar o poder. Gulen nega envolvimento.

Teorias da conspiração apimentaram as crises turcas por décadas, com os Estados Unidos e seus aliados ocidentais frequentemente acusados de serem a mão invisível por detrás de tudo. O Presidente Erdogan declarou a recente fraqueza econômica como parte de uma trama vindo do exterior.

A Turquia é cruzada por linhas de falhas geológicas e frequentemente sofre com tremores e terremotos.

O comentarista pró-governo Omer Turan disse que a FETO e a “OTAN profunda” – que ele definiu como os Estados Unidos e a Grã-Bretanha – podem ter estado por detrás dos recentes terremotos como parte do que ele chamou de um plano de golpe “multidimensional”.

“Veja a atividade dos terremotos no Mar Egeu no último mês e analise isso com um sismologista honesto. Você verá que essa atividade definitivamente não é normal”, escreveu ele no Twitter, onde ele tem quase 100.000 seguidores.

“A OTAN profunda e seu principal peão, a FETO, têm a opção de um terremoto artificial no processo de golpe caótico gradual e multidimensional que eles planejaram para a Turquia”, disse ele.

(Reportagem de Daren Butler; Redação de Nick Tattersall; Edição de Alison Williams)

Fonte: uk.reuters.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Mailer