Últimas notícias

Teorias conspiratórias se tornam bizarras na Turquia

Teorias conspiratórias se tornam bizarras na Turquia
setembro 22
17:01 2016

Nos momentos difíceis de Erdogan, como nas manifestações do Parque Gezi e nas investigações de corrupção em 17 e 25 de dezembro de 2013, foram divulgadas em seus jornais teorias conspiratórias para acabar com quem estava na mira dele.

Escreveram que as manifestações do Parque Gezi foram organizadas pelo grupo empresarial KOÇ, pertencente a judeus, e pelos seus colaboradores em Israel, EUA e Alemanha. E da mídia liberal, pelo grupo de Aydin Dogan, junto ao Movimento Gulen (Hizmet), que estaria colaborando com a CIA, e que aquelas manifestações foram tentativas de golpe organizadas contra Erdogan, o “califa” e “salvador” da Turquia e do mundo Islâmico.

Então, as investigações de corrupção de 17 e 25 de dezembro de 2013 teriam sido organizadas pelo Movimento Hizmet, criado e apoiado pelos EUA e Israel, como tentativa de derrubar a única esperança do mundo islâmico, Erdogan! Isso é o que circulou durantes meses nos jornais financeiramente apoiados por Erdogan.

No caso de flotilha de Mavi Mármara, Gulen disse que deveria ter sido pedida licença às autoridades locais para que aquela tragédia não ocorresse. Contra isto Erdogan e sua mídia acusaram Gulen e o Movimento Hizmet de serem servos de Israel e traidores. Publicaram várias matérias durante muitos dias, fazendo assim um trabalho de polarização, alienando o povo e disseminando intrigas e inimizade. Depois o próprio Erdogan voltou a fazer declarações similares a Gulen.

Erdogan e sua mídia, durante toda a campanha eleitoral, abusaram das manifestações do Parque Gezi, das investigações de corrupção de 17-25 de dezembro de 2013 e do caso do navio Mavi Marmara, usando eles para se elegrem em seus discursos, com o intuito de dividir a população.

O mundo islâmico está sofrendo com a ignorância, pobreza e desunião há dois séculos, sempre atribuindo seus problemas ao ocidente, Israel e EUA. Isto também foi usado fartamente como material de campanha nas eleições de Erdogan. Devemos analisar esses fatos como algo muito significativo que esclarece várias coisas.

Desde 2011 Erdogan que sonha com a presidência e o califado, sempre precisou de inimigos para manter o apoio eleitoral na Turquia. E o Movimento Hizmet foi escolhido como inimigo preferido. Logo após a tentativa frustrada de golpe, Erdogan começou a fazer condenações sem julgamento nenhum e declarou o movimento Hizmet como culpado, traidor e inimigo. O próprio Erdogan avaliou o ocorrido como sendo uma dádiva de Deus nos seus discursos durante o golpe e começou, em todas as estâncias do Estado e na vida social, a realizar uma verdadeira caça às bruxas. Em alguns dias, foram expurgadas cinquenta mil pessoas. Aqui está um grande mistério de como foi possível tamanha rapidez na manufatura de uma lista tão extensa em tempo tão curto!

Algumas das alegações dos partidários de Erdogan nas TVs:

  • Gulen foi preso em algum lugar pelos EUA e alguém maquiado parecido com ele faz os discursos para enganar seus simpatizantes.

  • Os EUA colonizaram Fethullah Gulen e com avançada tecnologia imitam a voz dele.

  • Em 25 anos de trabalho, um movimento espalhado em quase 170 países, não poderia ser tão bem-sucedido sem que os EUA e Inglaterra estejam por trás.

  • Segundo o prefeito de Ancara, esse golpe frustrado e amaldiçoado foi planejado por Gulen e executado por seus gênios (seres invisíveis).

  • Após golpe frustrado, Gulen vai tentar derrubar o governo através de terremotos. Existe um sistema nas mãos dos EUA chamado HAARP e Gulen vai ativar isto para criar um terremoto artificial na Turquia.

  • Os Gulenistas se comunicam secretamente por meio das notas de 1 dólar.

Kamil Ergin

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer