Últimas notícias

Adeus ao professor turco morto na Somália

Adeus ao professor turco morto na Somália
abril 05
12:13 2016

Milhares de pessoas se juntaram às orações do funeral realizadas em Istambul, no sábado, para Hidir Çalka, um professor turco que estava entre as cinco pessoas mortas quando atiradores não identificados atacaram uma perua escolar que levava estudantes, professores e funcionários da escola em Mogadíscio na quarta-feira.

Çalka estava entre os dois professores expatriados voluntários que foram mortos no ataque.

Milhares dizem adeus ao professor turco morto na Somália

A outra vítima foi a cidadã azerbaijana identificada como Banu Kemaliye Ismailov. As outras três vítimas foram o motorista da perua, um tradutor e um segurança da escola turca em Mogadíscio que foi aberta por empreendedores turcos inspirados pelos ensinamentos do intelectual islâmico turco Fethullah Gülen.

Os corpos dos dois professores foram trazidos a Istambul já no sábado. O corpo de Ismailov foi mandado para o seu país natal para sepultamento enquanto que uma cerimônia funerária foi realizada para o professor Çalka pela tarde.

Milhares de reuniram em frente a mesquita Ulu Camii no bairro Bahçelievler para prestarem suas últimas homenagens a Çalka. Entre os que participaram das cerimônias funerárias estavam estudantes somalianos que estavam estudando na Turquia.

Milhares dizem adeus ao professor turco morto na Somália

Somali'de terör saldırısı sonucu şehit olan Türk Okulu öğretmeni Hıdır Çalka son yolculuğuna uğurlandı.

Milhares dizem adeus ao professor turco morto na Somália

Milhares dizem adeus ao professor turco morto na Somália

Milhares dizem adeus ao professor turco morto na Somália

Gülen já havia publicado uma mensagem de condolências aos dois professores. Em sua mensagem postada no site ozgurherkul.org, Gülen disse que é muito triste que professores expatriados que foram à Somália para atividades educacionais e também professores e estudantes somalianos tenham sido alvos desse ataque terrorista, mencionando que ficou profundamente entristecido pelo incidente.

“Eu condeno esse ataque, seus perpetradores e todos os tipos de terrorismo,” o intelectual disse em sua mensagem.

Gülen ofereceu suas condolências às famílias das vítimas e também ao povo da Turquia, Azerbaijão e Somália pela tragédia. Ele também desejou uma rápida recuperação para aqueles que foram feridos no ataque.

Existe mais de 1.000 escolas turcas em 160 países abertas pelos seguidores do Movimento Gülen, que é baseado na fé, e que é inspirado por Gülen. Eles são custeados por generosos anatolianos que são encorajados em abrir essas escolas por Gülen que promove atividades educacionais, paz e diálogo por todo o mundo.

Traduzido por: Renato José Lima Trevisan

Fonte: www.turkishminute.com

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Artigos Recentes