Últimas notícias
  • Embaixada da Turquia nas Filipinas espionou 29 críticos de Erdoğan A Embaixada da Turquia nas Filipinas espionou os cidadãos turcos no país e encaminhou a lista de perfis ilegais para Ancara, o que levou ao lançamento de procedimentos judiciais infundados contra eles, informou o Nordic Monitor, citando documentos legais. ...
  • Lira turca atinge recorde de baixa enquanto Erdogan despede banqueiros centrais A lira turca afundou a uma baixa recorde em relação ao dólar americano na quinta-feira depois que o presidente Recep Tayyip Erdoğan demitiu três membros do banco central em um decreto no meio da noite, informou a Agence France-Presse. ...
  • Condições de trabalho degradantes expulsam médicos da Turquia Milhares de médicos estão deixando a Turquia como resultado dos baixos salários aliados à violência que enfrentam de pacientes zangados e seus familiares, uma situação só agravada pela pandemia do coronavírus e pela crise econômica resultante. ...
  • SADAT, “Exército paralelo” de Erdoğan, pode assassinar dissidentes O notório chefe da máfia turca, Sedat Peker, alegou em uma série de tweets que a SADAT, um grupo paramilitar ligado ao Presidente Recep Tayyip Erdoğan, poderia possivelmente realizar assassinatos de dissidentes que vivem na Turquia e no exterior num futuro próximo, noticiou a mídia local. ...
  • Deputado pede a libertação de paciente com câncer terminal Um deputado do Partido Democrata Popular (HDP), pró-curdo, pediu a libertação imediata de Ayşe Özdoğan, uma mulher criticamente doente que sofre de uma forma rara de câncer e foi enviada para a prisão para cumprir uma sentença de condenação por vínculos com o movimento Hizmet no início deste mês, informou a mídia local. ...
  • Outro Dia, Outro Expurgo no Banco Central da Turquia As cabeças estão rolando no banco central da Turquia, desta vez por não baixar as taxas de juros agressivamente o suficiente. Cortes mais profundos provavelmente virão, talvez logo na próxima semana. Este é um jogo perigoso quando a maior parte do mundo está se movendo na direção oposta. É improvável que uma moeda já maltratada se saia bem, e qualquer fragmento de credibilidade que a política monetária tenha deixado neste icônico mercado emergente será corroído. ...
  • O advogado do Twitter na Turquia tuita discurso de ódio contra o movimento Hizmet O advogado Gönenç Gürkaynak, que representa o Twitter na Turquia, usou de discurso de ódio contra apoiadores do movimento Hizmet numa série de tweets no sábado, perguntando se consideravam exterminar-se a si próprios, informou na segunda-feira o Stockholm Center for Freedom. ...
  • O Alto Custo de uma Turquia Imprevisível Faltando vinte meses para as eleições legislativas e presidenciais na Turquia, o debate político será feroz. O Ocidente poderá optar por não ver a sua relação com Ancara deteriorar-se ainda mais.  ...
  • Lançada investigação sobre assassinatos políticos antes das eleições de 2023 Um promotor turco iniciou uma investigação sobre as reivindicações, recentemente manifestadas por altas figuras da oposição, de que os assassinatos políticos podem ocorrer na Turquia à medida que as eleições de 2023 se aproximam, informou a mídia local na quarta-feira. ...
  • AKP e MHP rejeitam moção para investigar os atentados de 2015 em Ancara  Partido da Justiça e Desenvolvimento da Turquia (AKP) e seu aliado, o Partido do Movimento Nacionalista (MHP), rejeitaram uma moção parlamentar para investigar o ataque terrorista mais mortal da história da Turquia, que custou a vida de mais de 100 pessoas em Ancara em 2015, noticiaram os meios de comunicação turcos. ...

Um Movimento que Produz seus Próprios Valores

março 18
17:36 2016

O Movimento Gülen não surgiu a partir dos valores de um movimento passado ou período de crise. O Movimento produziu sua própria aparência, estrutura, valores sociais e morais e instituições. Nenhuma escola de pensamento teve uma influência dominante na dinâmica estrutural, religiosa ou espiritual deste movimento.

É inegável que as Risale-i Nur (Epístolas da Luz) alimentaram as dinâmicas internas do movimento tanto em termos espirituais quanto intelectuais. As Risale-i Nur são um conjunto de livros sobre a crença e fé islâmica em séculos recentes, que tiveram uma grande influência sócio-espiritual nas massas, na Turquia. Neste aspecto, sua influência sobre a comunidade de muçulmanos turcos é clara e evidente. Este conjunto de livros pode não ter uma estrutura organizacional encontrada em trabalhos científicos contemporâneos, mas pela maneira em que trata dos assuntos e pela maneira em que oferece soluções fundamentais para a vida pessoal e social, afeta as massas mais rapidamente e mais profundamente que outros trabalhos. As epístolas não somente estimulam a fé e o compromisso religioso, mas também inspiram sentimentos de solidariedade e cooperação. Esta é a contribuição das Risale-i Nur para o Movimento Gülen.

As dinâmicas sociais e as dinâmicas relacionadas às ações do Movimento Gülen foram moldadas em torno do forte caráter espiritual de Gülen, seus ensinamentos articulados e sua ampla esfera de influência social. Isto é o que queremos dizer quando falamos que “o movimento se origina de si mesmo”. É verdade que as atividades religiosas e a missão do Movimento são alimentadas pela consciência islâmica, tradições históricas e experiências passadas dos muçulmanos. Porém, para apresentar estas experiências históricas diversas e os valores decretados pelas essências da fé com uma nova face, interpretação e ação – e, assim, confrontar ganhos e experiências contemporâneas – é necessário incorporar um vasto conhecimento científico e ter a habilidade de interpretar e prover critérios para práticas contemporâneas. Neste ponto, o grande conhecimento, experiência e intelecto de Gülen têm um papel importante. Seus ensinamentos unem passado e futuro – religião e práticas sociais. Ele nunca olhou uma situação corrente ou o futuro incerto sem levar em consideração as heranças do passado. Abaixo, tentaremos interpretar sua idealização da Idade da Felicidade (Asr-i Saadet) [1]. Esta idealização, na verdade, manifesta sua lealdade ao Islã e a profundidade de suas atividades religiosas. Por sua vez, a questão não é uma mera interpretação da tradição, que teria feito o esforço intelectual mais estreito. Em vez disso, sua vida representa completamente os valores que ele professa. Ou seja, ele pratica o que prega.

Assim como outros movimentos, há uma tendência de se comparar o Movimento Gülen com outros movimentos e em categorizá-lo junto com grupos islâmicos. De acordo com algumas análises ocidentais, as bases de todo radicalismo religioso estão na Irmandade Muçulmana, no Egito, e no Jamaah Islamiya (o grupo ou sociedade Islâmica), no Paquistão. Mesmo a revolução no Irã é considerada um braço radicalista destes movimentos. A maioria dos movimentos religiosos, no mundo muçulmano, são analisados como se eles compartilhassem similaridades com a Irmandade Muçulmana ou com o Jamaah Islamiya paquistanês. É verdade que este dois movimentos foram uma fonte indireta de inspiração para os movimentos recentes de renovação religiosa/política no mundo muçulmano; contudo, não é possível falar de níveis significativos de influência destes movimentos nas comunidades islâmicas na Turquia. A base do Movimento Gülen não representa nenhuma classe econômica ou grupo étnico, ao contrário de movimentos islamistas em outros países. As massas nas quais ele se baseia, vis-à-vis determinantes sociais e religiosos, não são formadas por seções oprimidas ou excluídas da sociedade. O Movimento tem apoio tanto de seções rurais quanto urbanas da sociedade, e seu nível mais básico é formado por indivíduos da classes média-baixa, média e alta. Os atores principais do Movimento vêm de classes escolarizadas, indivíduos educados em grandes cidades e universidades de primeira classe. Eles não carregam nenhum sentimento de vingança contra a elite governante, nem contra os círculos socioeconômicos que, supostamente, têm valores ocidentais. Por esta razão, eles não expressam uma separação radical, uma “formulação de uma ideologia oposicionista,” como observado em movimentos clássicos. Em todos os campos, em vez de formular um alternativa, o Movimento adota a formulação de soluções, uma fórmula que é reconciliadora e aberta à negociação. Desde o princípio, o Movimento Gülen não tem buscado ou alcançado uma identidade política. Ao contrário, o Movimento tem sido criticado por alguns círculos religiosos por ficar fora da política mais do que o necessário.

[1] Asr-i Saadet se refere ao tempo do Profeta Maomé, a paz esteja com ele.

Artigos relacionados

0 Comentários

Nenhum comentário ainda!

Não há comentários no momento, gostaria de adicionar um?

Escreva um comentário

Escreva um comentário

Deixe uma resposta

Mailer